Vivendo um de seus piores momentos dentro da Fórmula 1; a imprensa italiana após o péssimo resultado obtido pelos carros da Ferrari no GP Bélgica, não pouparam a escuderia e detonaram a "grave crise" dos "cavalinhos rampantes" na temporada.

Após a pior performance da Ferrari até aqui na temporada 2020 da F1, a imprensa italiana não poupou críticas a equipe, onde o principais veículos de notícia do pais falaram que a escuderia não possui "ideias nem coragem", defendendo que a Ferrari merece correr em Monza com portões fechados.

O jornal "La Repubblica" denominou o GP da Bélgica como um "desastre" e ainda destacou que a Ferrari está "rezando" para que isso não volte a se repetir em Monza e Mugello - duas corridas em solo italiano.

Ferraris 2020 - imagem: arquivo
Ferraris 2020 - imagem: arquivo

"Nuvens negras na Ferrari. Desastre no GP da Bélgica que revelou os problemas da equipe. Uma corrida para esquecer em Spa. Os tifosi estão desesperados e agora chega Monza. Foi um festival de desastres que feriu os corações dos fãs".

Por sua vez, um dos jornais esportivos de maior circulação na Itália - o "Gazzetta dello Sport", foi um dos mais críticos com a equipe, declarando que falta coragem a equipe da Ferrari. No entanto, desejou a ela uma melhor performance em casa.

"Ferrari, em grave crise. A F1 é cruel e as equipes pagam caro por erros de design, Agora eles têm uma conta alta, agravada pelo regulamento congelado devido à pandemia. Isso tornará muito difícil recuperar o desempenho, mesmo na próxima temporada. Agora vamos para Monza e Mugello, corridas em casa, para buscar um desempenho ou até mesmo um aumento de confiança. Espero que não há como ficar pior que isso. Faltam ideias e coragem na Ferrari. Há trabalho a ser feito, mas é preciso refletir. Os rivais revolucionaram o motor e o chassis, enquanto a Ferrari só desenvolve o carro desde 2018 sem corrigir os erros".

Lembramos que a corrida de Mugello será a primeira a receber os torcedores de volta as arquibancadas - de forma parcial; o que para a imprensa é muito bom saber, já que em Monza essa regra ainda não estará valendo.

"O pior desempenho do ano para a Ferrari, nos dias em que Mugello anuncia a reabertura parcial de suas arquibancadas para a torcida. Felizmente, Monza não fará o mesmo. Essa Ferrari merece um GP a portas fechadas em Monza".