Mais uma vez ele e inegavelmente muito superior aos demais! Estamos aqui falando de Lewis Hamilton, que destroçou no terceiro GP da temporada 2020, em Hungaroring - na Hungria.

Com mais uma exibição intocável, Hamilton venceu sua segunda corrida na temporada de ponta a ponta e com isso assumiu a liderança do campeonato, ficando apenas a cinco vitórias de igualar o recorde que Michael Schumacher - 91 vitórias.

Como já declaramos aqui mesmo, o piloto inglês da Mercedes dominou a prova deste último domingo, liderando a mesma de ponta a ponta. Na segunda colocação, Max Verstappen - piloto da RBR fez uma excelente prova, após bater o seu carro quando se dirigia para o grid de largada - com pista molhada, porém, os mecânicos foram competentes e conseguiram concertar os estragos antes da prova ser iniciada.

A largada do GP da Hungria foi sob pista molhada, com Hamilton se dando melhor sobre os demais
A largada do GP da Hungria foi sob pista molhada, com Hamilton se dando melhor sobre os demais

O jovem piloto holandês aguentou bem a pressão do finlandês Valterri Bottas, da Mercedes nas voltas finais e que encerrou a prova da Hungria na terceira colocação, deixando com isso escapar a liderança da competição para seu companheiro de equipe. Até aqui, Lewis Hamilton, com duas vitórias e um quarto lugar, lidera a temporada 2020 da Fórmula 1 com 63 pontos, contra 58 de seu companheiro.

Fechando as 10 primeiras colocações no GP da Hungria - colocações essas que pontuam, Lance Stroll chegou na quarta posição, seguido por Alexandre Albon (RBR), Sebastian Vettel (Ferrari), Sergio Pérez (Racing Point), Daniel Ricciardo (Renault), Carlos Sainz (McLaren) e Kevin Magnussem (Haas).

A próxima corrida da temporada atípica da Fórmula 1 (a quarta do calendário reformulado) será em Silverstone, na Inglaterra, daqui a duas semanas.