Na temporada 2020, a Ferrari sem dúvida alguma vive o seu pior momento na Fórmula 1 - e olha que a mesma nem bem começou; mesmo assim, sem contrato em 2021 com a escuderia, o piloto alemão - Sebastian Vettel não pensa em abandonar a equipe.

Apesar do acidente ocorrido no último final de semana, em Spielberg, na Áustria - no GP da Estíria, onde Charles Leclerc bateu em seu próprio companheiro de Ferrari - logo na largada da corrida, tirando os dois da prova; ainda assim, o tetracampeão diz não haver possibilidade alguma dele abandonar o time antes do fim do campeonato.

"Não foi fugir. Eu tenho algo para provar a mim mesmo e por isso que estou aqui. Muita gente se doou por mim dentro do time nos últimos anos. E por respeito, eu quero devolver esse apoio em um final que venha a valer à pena. Então nem passa pela minha cabeça abandonar o desafio. Claro que, agora, meu futuro está em aberto. Então tudo é possível", declarou o piloto em um tom de desabafo.

Vettel fará sua última temporada pela Ferrari, onde não teve grande sucesso - imagem: arquivo
Vettel fará sua última temporada pela Ferrari, onde não teve grande sucesso - imagem: arquivo

Vettel declarou também que não tem interesse em permanecer na Fórmula 1 apenas para correr ou por dinheiro. A sua continuidade na categoria mais importante do automobilismo mundial depende sim de um projeto sólido e um carro competitivo.

"Se surgir uma proposta boa, de um carro bom, então ficarei interessado. Se não ocorrer, certamente eu não sou o tipo de cara que irá ficar na F1 apenas para correr ou para ganhar dinheiro. Essas nunca foram minhas ideias", completou.

Para ele, existem três possibilidades neste momento: permanecer na F1, dar um tempo ou se aposentar, detalhando que essa é uma das perguntas que ele mesmo se faz a respeito de seu futuro.

"Eu não sei fazer outra coisa. Automobilismo é a minha vida. Agora as coisas estão fora do meu controle, mas certamente eu estou pronto para os desafios e para superar esse momento também", finalizou.

A Ferrari que viveu seu pior momento da temporada até aqui no último grande prêmio, no final de semana passado, terá já no próximo final de semana a oportunidade de tentar dar a volta por cima, no Grande Prêmio da Hungria - a terceira de 2020, às 10h10 - com transmissão ao vivo pela Rede Globo.