Em entrevista nesta manhã de sexta-feira, o chefão da Mercedes Racing - Toto Wolf declarou que os grandes prêmios dos Estados Unidos e Brasil não deveriam ocorrer por conta do novo Coronavírus. Tanto os EUA quanto o Brasil são os dois países mais atingidos no mundo pela COVID-19.

O chefe da equipe de Lewis Hamilton declarou que mantém conversas constantes com Chase Carey - CEO da Fórmula 1 e desta forma acredita que os GPs acima mencionados deverão ser cancelados nesta temporada. Outra prova que corre o sério risco de não vir a acontecer nesta temporada é o GP do México - corrida essa que seria realizada entre as provas dos EUA e Brasil.

Toto Wolff - chefão da Mercedes - imagem: Getty Imagens
Toto Wolff - chefão da Mercedes - imagem: Getty Imagens

"Chase não quer fechar nenhuma porta, mas não parece que iremos para lá. Eles são muito cuidadosos e não vamos para lá se fosse um risco para a categoria", revelou Wolf.

A Fórmula 1 em 2020 terá sua primeira corrida sendo realizada neste próximo domingo, às 10h10, em Spielberg, na Áustria. Corrida que deverá se repetir no dia 12/07, na segunda prova do calendário na temporada.

Além dos GPs da Áustria, ainda estão confirmados até aqui mais seis grandes prêmios: uma em Hungaroring, duas em Silverstone, uma em Barcelona, uma Spa-Francorchamps e outra em Monza. A direção da Fórmula 1 acredita ser possível realizar 15 provas em 2020 - corridas essas que deverão ser confirmadas na próxima semana.