A três dias da estreia da Fórmula 1 em 2020, Sebastian Vettel diz ter ficado surpreso com a não renovação de seu contrato com a Ferrari. Tal revelação foi dada em uma coletiva de imprensa do GP da Áustria, que será realizado neste final de semana, em Spielberg.

Segundo o piloto alemão da Ferrari, ele recebeu a notícia de que não teria seu contrato renovado por telefone.

"Obviamente que foi uma surpresa para mim quando recebi a ligação de Mattia e ele me disse que não havia intenção do time de continuar comigo. Nunca tivemos qualquer discussão. Nunca houve uma oferta na mesa e portanto, nenhuma discordância", declarou o Vettel.

Depois de rumores surgirem que estariam acertando um contrato por uma temporada, com uma redução salarial, o fim da relação entre Vettel e Ferrari foi dada oficialmente em maio, quando a escuderia logo em seguida anunciou o substituto - o espanhol Carlos Sainz - atual piloto da McLaren.

Vettel irá em 2020 correr pela Ferrari, mas esse será seu último ano na equipe italiana e mesmo já tendo seu futuro no "cavalinho rampante" definido, o piloto de 32 anos não quis falar sobre seu futuro, mas declara estar motivado para a temporada.

"Estou esperando. Obviamente quero tomar a melhor decisão para mim mesmo e meu futuro. Tenho uma natureza muito competitiva. Alcancei muitas coisas nesse esporte e estou motivado e ansioso para alcançar mais, e para isso, acho que eu preciso do equipamento certo e da pessoa certa ao meu redor. Então, é isso que eu estou procurando no momento. Se a oportunidade certa surgir, então acho que está claro. Se não for o caso, então provavelmente terei que procurar por algo a mais.", finalizou ele em entrevista ao canal "Sky Sport Italia".

O GP de estreia da temporada 2020 da F1 será realizado neste domingo, 05/07, às 10h10 e terá transmissão pela Rede Globo.