Com a F1 prestes a retornar as pistas para a estreia da temporada 2020 - que foi interrompida em março, justamente em seu primeiro final de semana, a Mercedes - campeão de construtores e de piloto na temporada passada, falou sobre a possibilidade de levantar mais um caneco neste ano (aqui entenda piloto e construtores).

Em entrevista ao jornal austríaco "Österreich", Toto Wolff - chefe da equipe fez questão de defender seus dois pilotos, sem distinção para ambos no início da competição.

"Tanto Bottas como Hamilton sempre tiveram as mesmas oportunidades no início da temporada. Queremos dar aos nossos pilotos a oportunidade de serem campeões do mundo", declarou o chefão da Mercedes.

Pilotando a Mercedes, Lewis Hamilton conquistou cinco títulos nas últimas seis temporadas, perdendo apenas em 2016 para seu ex-companheiro de equipe, o alemão Nico Rosberg, que se aposentou logo em seguida e em seu lugar a escuderia contratou o finlandês Valtteri Bottas, donde desde então o chefão da equipe tem negado vantagem para o inglês.

"Vocês não devem imaginar que exista um piloto número 1 e um piloto número 2, porque todos têm a mesma ambição de vencer. Caso contrário, eles não estariam na Fórmula 1", destacou Wolff.

Toto Wolff - chefão da Mercedes - imagem: Getty Imagens
Toto Wolff - chefão da Mercedes - imagem: Getty Imagens

Além de responder a essas questões, ele também teve que responder sobre o que muitos queriam saber - Sebastian Vettel está na mira da Mercedes para a próxima temporada?

"Sebastian é quatro vezes campeão mundial. Ele ajudou a moldar a década passada e agora está surpreendentemente no mercado. No momento, o foco está nos nossos pilotos atuais. Sebastian não é nossa primeira prioridade, mas você nunca deve descartá-lo", completou.

Com um novo calendário mais enxuto para a temporada 2020 devido a pandemia que afeta o planeta, a Fórmula 1 em 2020 iniciará no próximo dia 5 de julho, na Áustria. As equipes já estão trabalhando em testes de pistas desse o início deste mês.