Em meio à pandemia do Coronavírus que ainda segue causando transtornos no dia-a-dia do ser humano, no esporte não é diferente, no entanto, o horizonte já começa a dar sinais de estar "clareando".

Na Fórmula 1, os planos seguem a todo vapor e as últimas informações são satisfatórias quanto a possibilidade de retorno ou estreia da categoria na temporada 2020. De acordo com as últimas informações, a maior categoria do automobilismo poderá ter sua estreia em duplicidade, na Áustria. Isso mesmo, duas corridas estão sendo planejadas para o país, que seria o ponto de início, nos dias 5 e 12 de julho - sem a presença do público, claro!

A informação que estamos passando aqui para você foi revelada pelo CEO da Fórmula 1 - Chase Carey, nesta segunda-feira. A ideia do "chefão" da F1 é fazer os primeiros meses da categoria na Europa, em grandes prêmios que permitam o deslocamento por terra do equipamento, conforme ele próprio destaca.

Chase Carey - chefão da Fórmula 1.
Chase Carey - chefão da Fórmula 1.

"Em setembro, outubro e novembro, devemos correr na Eurásia, Ásia e nas Américas, terminando a temporada no Golfo Pérsico, em dezembro, no GP do Bahrein e no tradicional final de temporada em Abu Dhabi - completando assim, 15 a 18 GPs", comentou.

Depois de ter que cancelar os Grande Prêmios da França, Austrália e de Mônaco, as corridas do Bahrein, Vietnã, China, Holanda, Espanha, Canadá e Azerbaijão tem grandes chances de retornarem ao circuito da Fórmula 1 em 2020.

Além desse anúncio, outro foi realizado nesta segunda-feira, com os organizadores do GP da Inglaterra - em Silverstone, confirmando que a sua etapa será realizada sem a presença de torcedores; ressaltando que os britânicos estão em busca da realização de mais um ou dois GP na "Terra da Rainha", porém, ainda não chegaram a um acordo financeiro com os organizadores da categoria.

Sem maiores detalhes, o restante do calendário da Fórmula 1 deverá ser revelado na próxima semana, mesmo tendo vários pontos a serem definidos ainda em meio a essa crise causada pelo novo Coronavírus no planeta. Tendo um calendário normal planejado anteriormente com 22 grandes prêmios em 2020, Carey e seus integrantes planejam uma "nova" temporada ainda com 15 a 18 corridas - desta forma garantiriam os contratos de direitos de transmissão.