Mesmo tendo o calendário da temporada 2020 da Fórmula 1 ainda indefinido, por causa da pandemia causada pela "COVID-19", a Aston Martin anunciou nesta semana que estará de volta a categoria em 2021. A nova equipe tomará o comando da Racing Point; o anúncio veio nesta quarta-feira, em Silverstone.

Os acionistas da Aston Martin aprovaram um fundo de investimento de R$ 3 bilhões, sustentada ainda por uma injeção de R$ 1,6 bilhão do Yew Tree Consortium - um grupo liderado por Lawrence Stroll - que nesta temporada é o presidente-executivo da montadora e que a partir de 2021, terá a própria equipe.

A Aston Martin assumirá o comando da hoje conhecida Racing Point.
A Aston Martin assumirá o comando da hoje conhecida Racing Point.

Vale lembrar que a "marca" já participou da categoria entre os anos de 1959 a 1960 com a equipe David Brown Corporation - que tinha como pilotos: Carroll Shelby e Roy Salvatori. Na atual temporada, ou nos anos mais próximos, a Aston Martin vem se destacando por patrocinar a RBR - Red Bull Racing.

A temporada 2020 da Fórmula 1 tem previsão de iniciar em junho, mas sem definições de onde e quando, exatamente.