O Brasil poderá ter um piloto no quadro principal da Fórmula 1 na próximas temporadas - trata-se de Pietro Fittipaldi, que viveu um dia especial e produtivo como piloto de testes na "Haas", nesta última quarta-feira, em Abu Dhabi, onde em apenas um dia rodou 750 km e agradou o chefe da equipe.

Obviamente que para o neto de Emerson Fittipaldi vir a se tornar o piloto principal ou um dos dois pilotos principais da equipe americana, ainda tem uma pequena distância, mas as chances desse vir a renovar contrato com a mesma e se coloque como piloto reserva em 2020 - essas chances aumentaram e muito nos últimos dias.

Pietro nas voltas que deu no circuito já acima citado ficou com seus tempos muito próximos aos do francês Romain Grosjean - piloto titular da equipe. Vale lembrar que a última volta do jovem piloto brasileiro no carro em questão foi no mês de maio.

Independente da renovação com a Haas - para ser piloto de testes ou reserva, Fittipaldi deverá em 2020 participar de alguma outra categoria do automobilismo para disputar corridas e a chance maior é de que ele venha disputar a Super Fórmula - no Japão.

O próprio piloto brasileiro não esconde o seu desejo de correr na Fórmula 1 já a partir de 2021, porém, ele ainda não conquistou a "superlicença" - documento exigido para os pilotos poderem ser inscritos nas corridas da categoria - assim como fez Sette Câmara a bem pouco tempo, estando esse apto para ser piloto titular da Fórmula 1.