O GP da Fórmula 1 poderá volta para o Rio de Janeiro com assinatura do presidente Bolsonaro

O traçado do novo autódromo do Rio de Janeiro foi desenhado pelo escritório de arquitetura alemão Hermann Tilke – o mesmo que desenhou os autódromos de Cingapura, Abu Dabi, Rússia, China e Bahrein.

Por Minha Torcida
Compartilhe

A Fórmula 1 poderá ter um novo circuito no Brasil em breve. O presidente Jair Bolsonaro assinará nesta quinta-feira um termo de compromisso com o governador do Rio de Janeiro - Wilson Witzel e com o prefeito da cidade - Marcelo Crivella, para que o Grande Prêmio do Brasil possa retornar a "cidade maravilhosa". O novo circuito do Rio de Janeiro deverá ser construído em Deodoro.

O mesmo deverá ser erguido em um terreno cedido pelo Exército, na região - lembrando que a cidade perdeu o seu lendário Autódromo de Jacarepaguá, onde foi erguido o Parque Olímpico dos jogos de 2016 do Rio de Janeiro.

Desenho do autódromo que deverá ser erguido em Deodoro, no Rio de Janeiro.Desenho do autódromo que deverá ser erguido em Deodoro, no Rio de Janeiro, fazendo com que o Grande Prêmio de Fórmula 1 possa retornar ao cidade maravilhosa. Atualmente o GP do Brasil de Fórmula 1 é disputado em Interlagos - São Paulo, desde 1990.

O último Grande Prêmio de Fórmula 1 do Brasil realizado no Rio de Janeiro, foi  em 1989, onde posteriormente a etapa brasileira da Fórmula 1 foi realizada em Interlagos, São Paulo - a partir de 1990.

O local que foi cedido pelo Exército em Deodoro foi utilizado por 60 anos como depósito de munições e explosivos, onde há pouco tempo precisou passar por uma ampla limpeza - cerca de 250 soldados participaram desta "missão". Foram retirados do local algo próximo a 4 mil granadas que estavam enterradas.

O traçado do novo autódromo do Rio de Janeiro que poderá levar o nome de Ayrton Senna, foi desenhado pelo escritório de arquitetura alemão Hermann Tilke - o mesmo que desenhou os autódromos de Cingapura, Abu Dabi, Rússia, China e Bahrein.

Veja abaixo um vídeo do traçado do novo autódromo do Rio de Janeiro:

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal