Felipe Massa fala das chances de Sérgio Sette Câmara conseguir uma vaga na Fórmula-1

Assim como Pietro Fittipaldi, que é piloto de testes da Haas, Sette Câmara às vezes também tem a oportunidade de pilotar a McLaren e é no nome desses dois jovens que o Brasil deposita suas esperanças em contar com um piloto na Fórmula-1 nos próximos anos.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Com o Brasil não contando com um piloto na principal categoria do automobilismo mundial desde 2017, quando Felipe Massa deixou a Fórmula-1, o mesmo agora diz que Sérgio Sette Câmara precisará vencer o campeonato da F-2 para mostrar que poderá estar na F-1 já quem sabe em 2020.

Em sua terceira temporada na Fórmula-2, o piloto mineiro de 20 anos é um dos mais prováveis nomes do Brasil a ocupar uma vaga na maior categoria do automobilismo nos próximos anos, entretanto, terá ele que começar a mostrar serviço em sua categoria – que é uma espécie de berço para a F-1.

Em 2018, Sette Câmara acumulou oito pódios na categoria, mas não obteve nenhuma vitória, o que não lhe rendeu bons frutos.

Assim como Pietro Fittipaldi, que é piloto de testes da Haas, Sette Câmara às vezes também tem a oportunidade de pilotar a McLaren e é no nome desses dois jovens que o Brasil deposita suas esperanças em contar com um piloto na Fórmula-1 nos próximos anos.

Felipe Massa - ex-piloto da F-1.Felipe Massa - ex-piloto da F-1.

Em entrevista a revista “Autosport”, Felipe Massa falou a respeito de Sérgio Sette Câmara, onde ele deu o seguinte depoimento:

“Espero que em breve possamos ter outro brasileiro na F-1. Sérgio é um piloto rápido, ele está fazendo um bom trabalho, ele está fazendo corridas incríveis. Mas ele também precisa vencer o campeonato, para assim mostrar que pode ir para a Fórmula-1. Eu realmente espero o melhor para ele. Você sabe como isso funciona na F-2, se você entrar e vencer, você com certeza estará na F-1. Mas se você chega e não vence na F-2, as pessoas começam a perder o interesse em você. Não estou aqui dizendo que ele não tem talento, pois tem e muito. Eu sei como são as pessoas no paddock da Fórmula-1”, declarou o ex-piloto da Williams.

Diferentemente de 2018, quando terminou a temporada da F-2 em sexto na classificação geral, Sette Câmara acredita que 2019 será diferente – com uma nova equipe, terá ele a chance de vencer as corridas e até mesmo brigar pelo título da categoria.

“Espero terminar entre os três primeiros e, claro, quero vencer o campeonato. Terminar entre os três primeiros é crucial para que eu chegue onde desejo realmente. É claro que a F-1 é o objetivo, meu sonho sempre foi chegar lá e tenho consciência de que para chegar até lá, tenho que vencer. Mas para ter alguma chance eu preciso pelo menos terminar entre os três primeiros”, declarou ele a mesma revista.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal