McLaren pode deixar a F-1 caso a categoria não seja viável nos próximos anos, diz seu chefe

Atualmente a McLaren está ao lado da Ferrari, Mercedes e RBR entre os construtores que recebem um pagamento “bônus”. Mesmo assim Brown acredita que a receita da F-1 terá que ser melhor distribuída.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Quem não se lembra da McLaren nos tempos gloriosos de Ayrton Senna? Garanto que até mesmo aqueles que nasceram posteriormente a sua morte em 1994 lembram do grande ídolo brasileiro, que está até hoje vivo na memória de todos.

Pois bem, a McLaren dos tempos áureo passou atualmente a viver uma fase "negra" na F-1, com carros bem abaixo daquele tempo, ficando até mesmo em último por muitas vezes no grid de largada e no término das corridas.

Atual carro da McLaren para a temporada 2019 - o MCL34.Atual carro da McLaren para a temporada 2019 - o MCL34.

Com várias mudanças no regulamento da competição desde o trágico dia em que nosso ídolo nos deixou, no dia 1º de abril de 1994, no GP de Ímola, na Itália, muitas coisas mudaram na F-1 e pensando nisso e na viabilidade financeira é que os diretores da McLaren prometem deixar a categoria caso algumas regras não sejam discutidas.

Vale salientar que uma reunião está marcada para essa próxima terça-feira, em Londres, onde os organizadores da F-1 irão discutir o regulamento da competição para 2021. O atual chefe da McLaren defende uma melhor distribuição de receitas entre as dez equipes do grid.

Nesta reunião capitaneada pela Liberty Media - atual organizadora da F-1, também estarão presentes os representantes das 10 equipes da categoria, que tentarão chegar a um acordo para viabilizar a competição para as equipes que possuem atualmente menos recursos para se manterem na mesma.

A grande discussão dessa reunião sem sombra de dúvidas deverá girar em torno de um maior equilíbrio nas finanças e que essas possam ser sentidas nas pistas. Para o chefe da McLaren, caso as equipes não venham a fechar um acordo nesta questão, o time inglês então poderá deixar o campeonato.

Zak Brown - chefe da McLaren na F-1.Zak Brown - chefe da McLaren na F-1.

"Para a McLaren, tem que ser financeiramente viável e temos que poder lutar de maneira justa e competitiva. Se não for assim, teríamos que considerar seriamente nossa posição na F-1. Essa não é uma posição em que queremos estar. As pessoas jogam com táticas de negociação, mas temos que ser uma equipe de corrida competitiva e fisicamente responsável e, se acharmos que as novas regras não nos colocam nessa situação, teríamos que rever nossa posição na F-1", declarou Zak Brown ao "The Guardian".

Atualmente a McLaren está ao lado da Ferrari, Mercedes e RBR entre os construtores que recebem um pagamento "bônus". Mesmo assim Brown acredita que a receita da F-1 terá que ser melhor distribuída, acreditando ele que o "fator" desempenho deve ser mais considerado do que o "fator" histórico.

Mais sobre: formula1 mclaren categoria
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal