Depois de chegar a um acordo com autoridades locais, os organizadores da Fórmula 1 confirmam o GP de Miami por 10 anos no calendário da categoria; o mesmo já terá prova válida a partir de 2022.

Em nota oficial, a Liberty Media confirmou o GP de Miami no calendário do Mundial de Fórmula a partir de 2022, aonde após longas conversas com autoridades locais e membros da sociedade civil de Miami Gardens, finalmente chegaram a um acordo e aprovaram os planos para receber a categoria mais famosa do automobilismo mundial já a partir da próxima temporada.

A entrada de Miami no calendário de 2022 da F1, não quer dizer a extinção do GP de Austin - também nos Estados Unidos; diferentemente do Circuito das Américas, o novo circuito dos EUA terá um traçado mais urbano, com a pista sendo construída em torno de Hard Rock Stadium.

Circuito de Miami

O traçado do novo GP do EUA terá 5,41 km e 19 curvas, compreendendo um misto de curvas fechadas e trechos de alta velocidade. Nas projeções feitas no circuito, o mesmo deverá alcançar uma velocidade de até 320 km/h, com uma média horária por volta em torno de 223 km/h.

Denominado como GP de Miami, o mesmo será o 11º dos Estados Unidos a entrar no calendário Mundial da F1, onde antes desse também já tivemos corridas em Riverside, Sebring, Waltins Glen, Long Beach, Las Vegas, Detroit, Dallas, Phoneix e Indianápolis, e claro, Texas, com o GP das Américas, em Austin, que está no calendário da categoria desde 2012.