Campeão mundial em 2005 e 2006, o piloto espanhol que retornará a categoria nesta temporada a bordo da Alpine - antiga Renault sabe das dificuldades que encontrará pela frente, mas garante que chega melhor de quando se retirou em 2018, dizendo ainda ser melhor que todos seus adversários.

"Existem alguns novos talentos que estão mostrando uma boa performance entre favoritos como campeões: Lewis Hamilton, Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen; além do jovem Max Verstappen, que é um dos nomes da nova geração e que está pilotando em alto nível. Acho que teremos um grid muito competitivo, e será um desafio para mim", declarou ele.

Ao ser questionado se acreditava ter o mesmo talento que os novos pilotos no topo da Fórmula 1, ele deu a seguinte resposta:

"Não; sou melhor", respondeu ele sem titubear.

Alonso e seu retorno

O piloto espanhol retorna a categoria donde sagrou-se bicampeão mundial, antes de se aventurar por outras categorias do automobilismo nos dois últimos anos. Agora de volta, ele defenderá as suas 32 vitórias na F1 e seus dois títulos.

"Estou retornando para a F1 com a expectativa de ter a chance de vencer corridas. Entendemos que esse ano não será possível brigar por títulos por conta do regulamento, que é o mesmo do último ano, mas acredito que precisamos agarrar as oportunidades. Isso vai bagunçar o grid, e queremos ser uma dessas equipes que irão surpreender a todos. Estou ansioso", finalizou.

Primeira etapa de 2021

A primeira corrida do calendário 2021 será realizada neste domingo, dia 28 de março, no Bahrein; a largada deste GP está marcada para o meio-dia do próximo domingo. A formação do grid de largada será um dia antes, no sábado, às 12h (de Brasília), com transmissão da Band.