Com forte expectativa pela volta da marca a Fórmula 1 na temporada 2021, a Aston Martin pode ser adquirida por companhia chinesa, diz o jornalista - Joe Saward.

A Aston Martin, antiga Force India e que passou os dois últimos anos como Racing Point, é de propriedade de Lawrence Stroll, que já poderá vendê-la a uma empresa chinesa, conforme destaca o jornalista acima mencionado, onde esse aponta o seguinte:

"Essa manhã havia uma história interessante do China’s East Money - um site que observa os mercados financeiros, que sugeria que a BYD Auto Company da China, estaria interessado em adquirir a empresa de automóveis Aston Martin, em um negócio que iria avaliar a companhia britânica em 4,1 bilhões de euros.

Buscando reconhecimento na Europa

Segundo Joe Saward, a empresa chinesa está tentando encontrar uma maneira de se tornar conhecida na Europa e vê a Aston Martin como uma possível vitrine. Além disso, a mesma já possui parceria com a Daimler, que por sua vez possui participação na Aston Martin. Se essa informação se concretizar, a "era" Stroll na Fórmula 1 e na marca poderá ser encurtada em breve.