Adeus 2020! Feliz 2021! Assim é o início desta matéria que nos conta o final da "Racing Point" e o começo da "Aston Martin" na Fórmula 1. A "nova" equipe além de mudar de nome, também muda as cores de seus carros, deixando o tradicional rosa de lado e passando para o tradicional verde da marca britânica.

Aston Martin

Mesmo estando presente nos últimos anos da categoria, através da RedBull Racing - como patrocinadora, a marca aqui em questão encerra com sua volta a categoria com uma ausência de 61 anos da Aston Martin na Fórmula 1, quando deixou a mesma no GP da Inglaterra, no ano de 1960.

Mesmo ainda não tendo definido uma data para a sua apresentação, a "nova" equipe da F1 revelará o novo carro e sua nova cor no próximo mês.

A Aston Martin assume a Racing Point após um ótimo ano da equipe, apesar desta perder 15 pontos no Mundial de Construtores por "copiar" os carros da Mercedes - isso sem falar na perca de valores financeiros. Mas dentro da pista, ela fez bonito, encerrando a temporada com pódios e pole de seus pilotos da última temporada - Lance Stroll e Sergio Pérez - que também obteve sua primeira vitória na F1 com a equipe.

Sebastian Vettel

Sergio Pérez que deixa a equipe para pilotar um dos carros da RBR, viu seu lugar ser preenchido por ninguém menos que Sebastian Vettel, que abandonou a Ferrari para uma nova "aventura" em uma "nova" equipe.