Lewis Hamilton que foi testado positivo para o novo Coronavírus e ficará de fora do próximo GP da F1, diz estar "arrasado" por perder o evento de Sakhir, que será único na história da categoria, uma vez que ele será realizado no anel esterno do autódromo.

Segundo as diretrizes do Bahrein, Hamilton terá que se isolar por pelo menos 10 dias, assim sendo, sua participação no último GP da temporada 2020, em Abu Dhabi, que será realizado no próximo dia 13 deste mês, também é incerto.

Primeira vez que o piloto inglês fica de fora de uma corrida na F1

Desde que chegou a categoria, essa será a primeira vez que Lewis Hamilton não participará de uma prova, onde por esse motivo ele se diz "muito arrasado".

"Olá pessoal, estou arrasado por não poder correr neste final de semana. Desde que começamos a temporada em junho, minha equipe e eu temos tomado todas as precauções possíveis e seguindo os regulamentos em todos os lugares, em que estivemos para nos mantermos seguros. Infelizmente, embora eu tenha retornado três resultados negativos na última semana, acordei nesta segunda-feira com sintomas leves e solicitei outro teste, que então deu positivo. Eu fui imediatamente para o auto-isolamento por 10 dias", declarou o piloto em uma nota oficial.

Nesta mesma, o piloto da Mercedes aconselhou a todos a seguirem os protocolos de saúde estipulados por seus países ou regiões.

"Estou arrasado por não poder correr neste final de semana, mas minha prioridade é seguir os protocolos e conselhos para proteger os outros. Tenho muita sorte de me sentir bem com apenas sintomas leves e farei o meu melhor para manter em forma e saudável. Por favor, cuidem de vocês ai fora, nunca é cuidado demais. Estes são tempos preocupantes para todos e precisamos ter certeza de que estamos cuidando de nós mesmos e uns dos outros", finalizou.