Recentemente consagrado como o grande campeão da temporada 2020 da Fórmula 1, o heptacampeão Lewis Hamilton que tem contrato válido com a Mercedes somente até dezembro deste ano, diz que dinheiro não é o ponto para a renovação, mas o tempo.

A temporada de 2021 da F1 terá ao todo 23 provas, e o piloto inglês não está disposto a passar por essa maratona de viagens no próximo ano, querendo ele permanecer mais em "casa", tendo mais horas para descanso entre um e outro grande prêmio.

"Este ano mostrou que, por exemplo, você pode trabalhar em casa. Portanto, tenho certeza de que haverá muitas datas do "Zoom" no contrato, em vez dos dias atuais reais, o que significa que tenho que voar menos", declarou ele em entrevista a emissora inglesa "BBC".

Hamilton que em janeiro de 2021 completará 36 anos revelou nesta mesma entrevista que pretende levar sua família aos eventos da F1, para assim poder ficar mais próximo deles em meio a essa maratona que promete ser o calendário da próxima temporada.

"O tempo com amigos e família é o mais importante. Se começarmos a viajar mais, quero levar minha família para algum lugar e criar memórias com eles e comemorar com eles por estarem por perto. Este ano não pude vê-los e isso foi mais difícil", destacou o inglês.

Recordes e títulos em 2020

Lembramos que nesta temporada de 2020, Lewis Hamilton além de garantir o título de campeão de piloto, também quebrou diversos recordes, um deles como o maior vencedor de GPs, com 94 corridas ao todo até aqui - ultrapassando Michael Schumacher que tem 91 corridas vencidas. Isso sem falar que ele igualou o número de título ao ex-piloto alemão - sete no total, podendo em 2021 se permanecer na categoria, tornar-se o maior de todos.