Fred segue na cabeça dos torcedores e direção do Fluminense

Ainda tratando de sua rescisão com o Cruzeiro, o atacante de 36 anos é amado por todos no "Tricolor das Laranjeiras", que tratam do negócio com cautela.

Por Müller
Compartilhe

Em um fim do relacionamento com o Cruzeiro, o atacante Fred vive um possível novo relacionamento com a torcida do Fluminense, que gostariam de vê-lo de volta as "Laranjeiras" - clube pelo qual defendeu entre os anos de 2009 a 2016.

No entanto, cada encontro entre Fred e a diretoria do clube mineiro nas últimas semanas sem um martelo batido aumentava a ansiedade de boa parte da torcida tricolor, que apoia a volta do atacante. No início desta semana, clube e jogador encaminharam as conversas para a rescisão do vínculo que vai até o fim de 2020 - aguardando apenas por uma decisão do jurídico, que irá resolver os "ajustes finais" neste acordo.

Distrato que não é nada simples, por isso a demora. A demora de um acerto de rescisão de contrato tem muito haver com uma dívida milionária do Cruzeiro com o atacante, entre salários atrasados, direitos de imagem, FGTS, comissão de seu representante, etc e da multa de R$ 10 milhões pela ida do Atlético-MG direto para o rival.

Fred est tratando de sua rescisão com o Cruzeiro, antes de tratar sobre uma possível volta ao Fluminense.
Fred está tratando de sua rescisão com o Cruzeiro, antes de tratar sobre uma possível volta ao Fluminense.

Tudo concluído e rescisão confirmada, uma a nova união entre Flu e Fred será questão de tempo e só uma reviravolta poderia impedi-la. O desejo é de ambas as partes para que um acerto seja concluído em breve.

Mário Bittencourt - presidente do Fluminense não esconde o desejo de vê-lo de volta as "Laranjeiras" - o projeto de repatriar o atacante desde a saída do clube. Tanto que foi uma das bandeiras de sua candidatura. Mas faz questão de reforçar sempre que não abrirá negociações enquanto o atacante não encerrar seu vínculo com o Cruzeiro.

"Todos sabe que, desde a época que o Fred saiu, que nas duas vezes que fui candidato, que eu tinha o desejo de trazê-lo de volta ao Fluminense. Como disse algumas vezes, hoje não tem negociação aberta. Só começamos a conversar no dia em que ele se desvincular oficialmente do Cruzeiro" declarou o mandatário tricolor nesta última quinta-feira.

Já Fred, se no início de 2019 deu diversas declarações admitindo vontade de um dia voltar para encerrar a carreira no Flu, nos últimos meses adotou o silêncio, muito em razão do momento do clube celeste, que acabou rebaixado à Série B.

A decisão do retorno foi amadurecida após a virada do ano. Nesta fase da carreira, o atacante que já se encaminha para aposentadoria, vê mais com bons olhos a segurança de voltar a um lugar onde é amado do que começar tudo do zero em um novo clube, mesmo se houvesse um diferencial de disputar a Libertadores, por exemplo. Nos últimos dias, inclusive, Fred começou a agilizar sua mudança de Belo Horizonte para o Rio de janeiro, como revelou o canal "NetFlu" e confirmado pelo site "globoesporte.com. Vale ressaltar que ainda não existe nada assinado entre Flu e Fred, mas a tendência é que, uma vez encerrado o vínculo com o Cruzeiro, um acordo seja atingido rapidamente. O Tricolor já tem em mente um plano salarial para ter o atacante, dentro das restrições financeiras atuais do clube. Ciente da realidade do clube carioca, o atacante não pretende impor barreiras e admite uma redução salarial que poderia chegar a cerca de 40% do que recebe no clube mineiro, que gira em torno de R$ 800 mil mais direitos de imagem.

A verdade é que o torcedor do Fluminense jamais deixou de pensar em Fred. E enquanto espera por um final feliz, resta aos tricolores lembrarem os bons momentos com o ídolo e imaginar como será o reencontro.

Mais sobre: fred cruzeiro fluminense
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal