Oswaldo de Oliveira é apresentado de forma oficial no Fluminense

Oswaldo que foi apresentado no dia de hoje, comandou seu primeiro trabalho no Fluminense neste último domingo, tendo como primeiro desafio a decisão de uma vaga as semifinais da competição sul-americana, contra o “Timão”.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Oficialmente apresentado! Esse é Oswaldo de Oliveira, o novo comandante técnico do Fluminense, que chega dizendo que "é um prazer continuar o trabalho de Fernando Diniz".

Anunciado na última semana, o novo treinador do Tricolor das Laranjeiras foi apresentado de forma oficial nesta segunda-feira no CT do clube. O novo comandante técnico que chega para substituir Fernando Diniz - demitido ha uma semana, inicia assim a sua terceira passagem pelo Fluminense; lembrando que Oswaldo de Oliveira já comandou o time das Laranjeiras em 2001 e em 2006.

Auxiliado por Marcão, que comandou a equipe carioca de forma interina diante do Corinthians, pela Copa Sul-Americana no meio da última semana, no empate em 0 a 0; Oswaldo que foi apresentado no dia de hoje, comandou seu primeiro trabalho no Fluminense neste último domingo, tendo como primeiro desafio a decisão de uma vaga as semifinais da competição sul-americana, contra o "Timão".

Oswaldo de Oliveira.

Em sua apresentação, ele declarou estar muito feliz por poder voltar ao Fluminense, onde deixou muitos amigos em sua última passagem pelo clube.

"Quero agradecer as pessoas que viabilizaram minha volta as Laranjeiras. Estou muito feliz. Era um sonho que acalentava há bastante tempo. Gosto muito do Fluminense, onde deixei muitos amigos aqui e hoje posso reencontrá-los. Isso é um prazer sem medida".

Para completar, Oswaldo disse que não é nenhum desafio voltar a comandar o clube, mas sim um prazer.

"Não vejo minha volta como um desafio, mas sim como um prazer muito grande, que farei com muita satisfação. Claro que temos obstáculos a serem transpostos, mas vou fazer com muito prazer e com muita vontade. Não vejo o lado negativo, vejo o lado bom de poder estar aqui e poder ajudar o Fluminense a passar essa situação e voltar ao lugar que ele merecer, que é disputando melhores posições no Brasileirão, além da possibilidade de irmos para a semifinal da Copa Sul-Americana".

Finalizando ele ainda disse:

"Continuar o trabalho do Fernando me dá um prazer enorme. Passou a ser meu amigo. É o jogador que jogou comigo em mais clubes. O conheci no Corinthians, o encontrei no Fluminense, no Flamengo, levei para o Santos e ainda em 2005 o levei para o Al Ahli. Sempre nos falamos, temos uma relação próxima. Conversei com ele sobre a metodologia de trabalho, que é algo bem particular. Vamos usar e já estamos usando, como a tranquilidade para jogar e a coragem para trocar passes. A única coisa que vamos evitar é correr riscos muito perto do gol. Temos dois dias para preparar a equipe". Encerrou.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal