Minha Torcida Logo

As chances de exclusão do "Flu" no Campeonato Carioca são remotas, diz presidente do TJD-RJ

Marcelo Jucá na tarde da última segunda-feira negou o pedido de suspensão preventiva do clube por liminar – mas o caso ainda assim será julgado no tribunal - o mesmo não tem uma data ainda definida.

Por
Compartilhe

Para o presidente do “Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro”, também conhecido por TJD-RJ – Marcelo Jucá, diz acreditar que dificilmente a denúncia apresentada pela “Procuradoria do TJD-RJ” irá conseguir excluir o Fluminense do Campeonato Carioca, uma vez que para isso “seria necessário dolo específico de se atingir a competição, o que não parece ter ocorrido”, diz ele.

Vale lembrar que na última segunda-feira a “Procuradoria do TJD-RJ enviou denúncia a essa corte pedindo a exclusão do “Tricolor das Laranjeiras” do Campeonato Carioca sob a alegação do clube ter se antecipado junto a “Justiça” comum antes de esgotar todas as instâncias na “Justiça Desportiva” sob o contrato com a concessionária Maracanã e com isso ter o direito de ocupar o setor sul das arquibancadas do estádio, na final do primeiro turno do campeonato estadual.

Marcelo Jucá  - presidente do TJD-RJ.Marcelo Jucá - presidente do TJD-RJ.

Jucá na tarde da última segunda-feira negou o pedido de suspensão preventiva do clube por liminar – mas o caso ainda assim será julgado no tribunal.

Nesta última terça-feira, Marcelo Jucá foi questionado sobre como o “Tribunal Desportivo” lida com esse tipo de situação, onde ele explicou que normalmente o uso da “Justiça Comum” para sobrepor as decisões desportivas, é feito por clubes de menor expressão, onde ele comentou o caso do Fluminense:

“Na qualidade de pesquisador, com tese em Mestrado tratando justamente sobre a “Justiça Desportiva”, posso sem dúvida alguma afirmar que foram poucos os casos de julgamentos no artigo 231 do Conselho Brasileiro de Justiça Desportiva – CBJD e que na maioria das vezes são clubes de porte menor que se utilizam desse expediente com o objeto de tumultuar um campeonato. Falando apenas em tese sobre o caso específico, entendo que o Fluminense optou com o regulamento da competição. A questão é contratual com reflexo desportivo diretos e dai, o grande desafio sobre a competência. Nesse caso, a chance de exclusão do torneio é remotíssima, pois seria necessário dolo específico de se atingir a competição, o que não me parece ter ocorrido”, declarou o presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro e também presidente da Comissão de Direito Desportivo da OAB-RJ.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais