Pedro deve voltar a trabalhar com bola em março, diz médico

A próxima consulta com Luiz Antonio Vieira Martins está marcada para fevereiro, onde o centroavante fará novo exame de imagem. Segundo o médico, o atleta já consegue dobra o joelho em até 140º - em uma variação entre 0º a 145º.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Pedro - atacante do Fluminense segue sua maratona de recuperação de uma cirurgia no joelho direito realizada em setembro do último ano e espera poder voltar aos gramados em março.

Segundo as últimas informações vindas das "Laranjeiras", após a sua última consulta com o médico Luiz Antonio Vieira Martins, responsável pela cirurgia, o jovem centroavante tem uma excelente recuperação e com base na mesma, poderá ter um novo ciclo em março, podendo quem sabe retornar aos gramados neste período para voltar a treinar com bola.

Pedro em trabalho de fisioterapia no clube das laranjeiras.Pedro em trabalho de fisioterapia em sua casa, em um primeiro estágio de recuperação. Hoje esse trabalho já é realizado no clube.

Pedro se reapresenta junto com os demais atletas do clube carioca a partir desta próxima quinta-feira.

Segundo o médico que operou o atleta do Fluminense, Pedro já consegue dobrar o joelho em 140º - em uma variação entre 0º a 145º. A próxima consulta com Luiz Antonio Vieira Martins está marcada para fevereiro, onde o centroavante fará novo exame de imagem.

"Tudo está previsto e a recuperação é muito boa. O joelho não tem nenhum derrame, Pedro não sente mais dor. O movimento foi quase todo recuperado. A expectativa é ótima", declarou o médico.

Para completar, ele declarou que o departamento médico do Fluminense vem realizando ótimo trabalho em conjunto com o departamento físico do clube.

"O pessoal do Fluminense faz um ótimo trabalho. A fisioterapia está indo muito bem. Ao voltar do descanso, aumentará a carga dos trabalhos e intensificará o equilíbrio", finalizou Vieira Martins.

Pedro lesionou o joelho direito no dia 25 de agosto do ano passado, tendo a cirurgia realizada no dia 21 de setembro, com prazo de recuperação plena para até oito meses, a contar da data da cirurgia.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal