A filosofia de técnicos estrangeiros no Brasil nem sempre funciona. Na tarde desta segunda-feira, o Flamengo anunciou oficialmente a saída do técnico espanhol Domènec Torrent, contratado no início do ano após a saída de Jorge Jesus. Depois de diversas especulações nevolvendo o futuro do técnico, que não era unanimidade interna, a decisão foi comunicada oficialmente pelo clube através de suas redes sociais.

Dome comandou o Flamengo em apenas 24 partidas. Neste período, foram 14 vitórias, 4 empates e 6 derrotas, além de nenhum título conquistado. Mais do que a falta de resultados convincentes, as atuações irregulares da equipe, e a falta de respaldo interno foram os pontos determinantes que culminaram na saída do treinador.

A demissão já era esperada por boa parte da torcida e de setoristas do clube. A derrota de 4x0 sofrida para o Atlético-MG no último domingo gerou inclusive desentendimentos no vestiário, de acordo com rumores. Sendo assim, o clube carioca vai agora em busca de seu 3º treinador na temporada.

Substitutos mais cotados no Flamengo

De acordo com especulações, o primeiro nome da lista é Rogério Ceni. Atualmente no Fortaleza, o técnico é visto como "unanimidade" dentro do clube, de acordo com informações trazidas pelo jornalista Mauro Cezar, do canal ESPN Brasil. Diferente de Domènec, o atual treinador do Fortaleza agrada até mesmo o grupo de jogadores.

Outro nome bastante especulado no Flamengo é o de Renato Portaluppi. Com contrato até dezembro, o atual técnico do Grêmio é bem menos prestigiado, tendo em vista duas recusas em situações anteriores, e por isso, parte da diretoria do clube entende que não é necessário fazer uma nova investida.

Nomes estrangeiros também não estão descartados, mas internamente, a ideia é de que o novo treinador do Flamengo seja escolhido de forma cirúrgica, e a margem de erro precisa ser mínima.

Próximos compromissos do Flamengo

A primeira partida do Flamengo sem Dome será diante do São Paulo, nesta quarta-feira, no estádio do Maracanã, pelas quartas de finais da Copa do Brasil. Depois, o rubro-negro enfrenta o Atlético-GO, também em casa, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Para as próximas duas partidas, o time não poderá contar com Isla, Éverton Ribeiro e Pedro (convocados), além de Rodrigo Caio e Arrascaeta, que se recuperam de lesão.