Depois do Flamengo quebrar regras sanitárias e do governo estadual que só liberaria atividades individuais e não físicas e coletivas, as últimas informações vindas do Ninho do Urubu dão conta de que o clube teria impedido a entrada de funcionários da Fazenda e da Vigilância Sanitária, em sua sede.

De acordo com informações do site "globoesporte.com" e publicadas no site da "foxsports", equipes da Secretaria de Vigilância e da Fazenda se dirigiram ao Ninho do Urubu para inspecionar o local, uma vez que o elenco do Flamengo já havia retomado parte das atividades em seu centro de treinamentos. No entanto, segundo o site acima citado, não permitiu a entrada desses funcionários sob a alegação que não havia ninguém do setor administrativo para recebê-los.

Assim sendo, o Flamengo recebeu uma notificação das autoridades para que compareça a Vigilância Sanitária até esta sexta-feira para esclarecer fatos sobre esse assunto. Lembramos que na última quinta-feira a secretária municipal da saúde - Ana Beatriz Busch, em entrevista ao site "foxsports" deu a entender que os treinos táticos e físicos estariam suspensos e não permitidos neste momento.

Imagens aéreas do time do Flamengo em treinamento durante essa semana - imagem: globoesporte.com
Imagens aéreas do time do Flamengo em treinamento durante essa semana - imagem: globoesporte.com

Desta forma, o Flamengo estaria infringindo a uma determinação não somente do estado, mas também municipal. Veja um trecho do que disse a secretária da saúde da cidade do Rio de Janeiro nesta entrevista:

"O retorno aos treinos, físicos ou táticos, ainda não está liberado, ao menos até o próximo dia 25, quando vamos rediscutir. O médico ficou de levar a presidência e nos dizer o que está acontecendo lá de verdade. Nós ficamos sabendo pela imprensa. Há mecanismo de fiscalização que estão acontecendo. Nós temos certeza que o Flamengo, que é um grande parceiro do Rio de Janeiro, vai seguir a regra até o dia 25, quando voltaremos a conversar".