Com todos os campeonatos brasileiro e também pelo mundo a fora praticamente paralisados, com raras exceções, alguns desses poderão ter problemas com contratos e renovações nos próximos meses, como por exemplo, o caso do time campeão do Brasileirão e da Libertadores de 2019 - aqui obviamente falamos do Flamengo, que em meio a crise do Coronavírus verá seu treinador ficar sem contrato, se o futebol ficar paralisado por muito tempo, uma vez que Jorge Jesus encerra seu vínculo com o Rubro-Negro em maio.

Porém, alguns comandados do técnico português dizem possuir a receita para convencer Jorge Jesus a ficar no clube, como é o caso de Everton Ribeiro, que em entrevista a "Fla TV" disse o que pensa a respeito do assunto, elogiando o profissional em questão e dando o exemplo de Gabigol.

"O Míster soube tirar o melhor de cada um de nós. Isso nos passa uma confiança no trabalho dele, e esperamos que ele continue. O Gabigol sempre pergunta para ele no meio da gente se vai ficar ou não. Ele dá risada, fala que gosta muito da gente, que quer permanecer. Espero que dê tudo certo e que ele realmente permaneça muito tempo conosco", declarou o meio-campista flamenguista.

Ou seja, como puderam ver, os próprios jogadores do elenco principal do Flamengo estão pressionando Jorge Jesus a permanecer com eles nesta temporada, usando da "pressão" a arma para convencer o técnico português a ficar mais um tempo no "Rubro-Negro".

O time do Flamengo que segue em "quarentena" poderá nesta segunda-feira receber férias antecipadas, conforme os dirigentes dos clubes nacionais em reunião no último final de semana sugeriram a seus times. Vale lembrar que mais de 20 dirigentes se reunirão através de uma videoconferência para tratar sobre esse e outros assuntos.

Jorge Jesus - treinador do Flamengo.
Jorge Jesus - treinador do Flamengo.