O atual campeão brasileiro e da Libertadores, inicia o ano de 2020 do mesmo jeito que terminou 2019, em alta e brigando por taças e títulos - que são mais importantes. Logicamente que estamos nos referindo ao Flamengo, que na última temporada foi campeão brasileiro, carioca e a Libertadores, podendo neste ano aumentar sua lista de conquistas nos próximos dias e em menos de um mês sagrar-se campeão de três competições distintas: Taça Guanabara, Supercopa do Brasil e Recopa Sul-Americana.

A sequência de decisão do "Rubro-Negro" se inicia neste domingo, quando a equipe comandada por Jorge Jesus vai encarar o Athletico, às 11h, no estádio Mané Garrincha, em duelo válido pela Supercopa do Brasil. A competição - que é nova no calendário nacional, é disputada em jogo único entre o último campeão brasileiro (Flamengo) e o da Copa do Brasil (Athletico).

Flamengo de Jorge Jesus.
Flamengo de Jorge Jesus.

Já na quarta-feira, da próxima semana, o Flamengo volta a campo para encarar o Independiente del Valle - pela Recopa. Neste caso, o confronto é disputado em duas partidas. O primeiro duelo acontece no Equador e a volta será no dia 26. A partida é realizada entre o campeão da Libertadores (Flamengo) e o da Copa Sul-Americana (Independiente del Valle).

No dia 22 de fevereiro, no intervalo entre os dois jogos da Recopa Sul-Americana, o Flamengo decidirá a Taça Guanabara contra o vencedor de Boavista e Volta Redonda, que se enfrentam neste domingo, às 16h, em Bacaxá. A decisão será em jogo único, no estádio do Maracanã. Caso a partida termine empatada, a decisão irá para os pênaltis.

Na última quarta-feira, a equipe do técnico Jorge Jesus derrotou o Fluminense por 3 a 2, pela semifinal da Taça Guanabara, garantindo a vaga para a decisão do Estadual.