Flamengo entra com ação contra a Globo por divergências em contrato; veja

A emissora questiona alguns pontos de um contrato que teria sido assinado ainda em 2016 - além de alegar que a emissora faz de tudo para esvaziar os eventos da Esporte Interativo.

Por Müller
Compartilhe

Mesmo estando em negociações por um acerto nos direitos de transmissão dos jogos do Campeonato Carioca, o Flamengo aciona a "Rede Globo" na justiça por conta de supostas divergências no contrato do Brasileirão.

O clube ingressou com uma ação na tarde desta última quarta-feira, onde questiona eventuais direitos contratuais que estariam sendo negados pela emissora acima referida.

O Flamengo sustenta que, em abril de 2016, a Globo havia enviado uma proposta comercial pelas edições de 2019 a 2014, onde essa previa assinatura de contratos por casa mídia cedida - só que isso, segundo o "Rubro Negro", nunca aconteceu. Nesta mesma ação, o Fla destaca o seguinte:

"Caso, por qualquer motivo, as partes deixem de celebrar os contratos individuais, fica certo e ajustado que esta proposta valerá como contrato definitivo, sendo completada pelas disposições previstas nos Contratos de Cessão de Direitos para as temporadas de 2012, e 2012 a 2018".

Globo e Flamengo seguem na guerra de braços para a transmissão dos jogos.
Globo e Flamengo seguem na guerra de braços para a transmissão dos jogos.

Assim, como as "partes" não se entenderam ainda, o Flamengo quer saber sobre valores de cessão dos direitos de transmissão, receitas de payperview e outras receitas - em caso de vitória nesta ação, o clube irá enviar a conta desta diferença a Rede Globo.

Na ação o "Rubro-Negro" reclama de uma manobra da emissora para esvaziar os eventos também transmitidos pelo EI - canal que detém o direito de algumas equipes da "Série A".

"Justamente porque o Grupo Globo agora enfrenta concorrência para a exibição de determinados jogos de clubes de quem não adquiriu direitos de transmissão para a TV fechada, a Ré age em abuso de direito e violação à boa-fé ao manobrarem a distribuição das exibições entre os diferentes formatos de mídia. Manobram para que os jogos do Flamengo não sejam exibidos em TVs aberta e fechada, e sim no sistema pay-per-view, quando existe a chance de a Ré dar lugar, na TV aberta, à exibição dos mesmos jogos exibidos por seu concorrente Esporte Interativo, com a finalidade de esvaziar e impedir a audiência exclusiva deste em TV Fechada", diz um trecho da petição.

Vale ressaltar que o atual campeão Brasileiro e da Libertadores ainda não fechou com a Globo para a transmissão do Campeonato Carioca de 2020. A diferença em análise e discussão seria de algo próximo a R$ 60 milhões - a emissora oferece R$ 18 milhões, já o clube quer R$ 80 milhões. Como ainda não chegou a acordo algum, os jogos do Flamengo não estão sendo transmitidos e se caso o "Rubro-Negro" chegar a decisão do torneio estadual, a sua final poderá ficar fora da grade da Globo.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal