Visando a temporada 2020, o Flamengo tem colocado em prática todo o planejamento deste início de ano e isso se estende aos bastidores. E neste "contexto", o Rubro-Negro não renovou o vinculo do gerente de futebol - Paulo Pelaipe, que neste último domingo (19) revelou estar chateado com a situação.

Campeão da Copa do Brasil de 2013, além de conquistar os títulos do Brasileirão e Libertadores de 2019, o agora dirigente do São Caetano disse não ter gostado de ter recebido a notícia por e-mail. Sem esperar deixar o Flamengo neste momento, ele no mínimo esperava maior consideração pela diretoria e do presidente Rodolfo Landim, afirmou em entrevista à "TV Gazeta".

Paulo Pelaipe - ex-dirigente do Flamengo.
Paulo Pelaipe - ex-dirigente do Flamengo.

"A única coisa nessa saída do Flamengo que me magoou bastante foi à forma. Achei que foi uma falta de respeito e uma falta de consideração do clube. O clube não soube respeitar o profissional. Contratar ou não faz parte, mas não poderia ser por um e-mail. Não precisava ter acontecido o que aconteceu", declarou o ex-gerente de futebol do Flamengo, que contou ainda desconhecer o motivo de não ter seu vinculo renovado.

Ainda na mesma entrevista, ele diz não saber o que o tirou do clube carioca:

"Eu não sei o que me tirou do Flamengo. Eu tinha acertado com o vice-presidente de futebol a renovação do contrato, e, depois, o próprio presidente deu entrevista na festa do Campeonato Carioca dizendo que o departamento estava muito inchado, que tinha muita gente, e ele fez a opção de não fazer mais a minha renovação. Então, qualquer coisa que eu disser, estarei faltando com a verdade", encerrou.

Alheio a isso, o time sub-20 do Flamengo, reforçado com jovens atletas dos profissionais, se prepara para encarar o Vasco da Gama, na quarta-feira (22). O Rubro-Negro entra em campo às 21h (horário de Brasília), no Maracanã. A partida é válida pela segunda rodada da Taça Guanabara.