Jorge Jesus diz em entrevista que não sabe de seu futuro a partir de maio

Na mesma entrevista o profissional diz ter sido procurado por dois clubes da China e que eles pagariam algo que nenhum outro clube no mundo pagaria, no entanto não quis ouvir antes da final do Mundial de Clubes.

Por Müller
Compartilhe

Em mais um trecho de sua entrevista ao canal de TV-Portuguesa, a CMTV, o atual comandante técnico do Flamengo - Jorge Jesus, além de cutucar o técnico do Grêmio - Renato Portaluppi e falar que não gostaria de perder Bruno Henrique e Gabigol nesta janela de transferências, também comentou que não sabe ainda se fica ou se sairá do clube brasileiro ao final de seu contrato, que encerra no mês de maio.

O comandante português ainda trata o assunto como incerto após o mês cinco de 2020.

"Escolho as coisas em função daquilo que o meu coração indica. Não sei se vou continuar no Flamengo depois de maio. Até lá sei que vou permanecer, isso tenho certeza quase que absoluta. Só se aparecer uma proposta do Real Madrid, aí não podemos fazer nada", declarou ele ao canal acima citado.

Na mesma entrevista, ele chegou a revelar que teve proposta do futebol chinês, antes mesmo da disputa do Mundial de Clube, porém, não era o que ele queria no momento.

Jorge Jesus não sabe se permanece no Flamengo ao final de seu contrato.
Jorge Jesus não sabe se permanece no Flamengo ao final de seu contrato.

"Existem coisas mais importantes do que dinheiro. Fui procurado por dois clubes chineses, que me pagariam aquilo que nenhum clube no mundo pagaria. Nenhum. Respondi: "Não vou discutir nada antes da final do Mundial"", revelou.

Para concluir, ele ainda disse o seguinte:

"Me disseram que eu tinha que assumir antes do mundial, e então disse "não". Enquanto não disputar a final e conversar com o Flamengo, não irei discutir nada. Então eles resolveram ir atrás de outra opção e foi o que ocorreu", finalizou.

Desde junho de 2018 no Rubro-Negro, Jorge Jesus mudou a cara do clube brasileiro em questão, com um futebol mais ofensivo, a equipe quebrou recordes e conquistou o Brasileirão e a Libertadores - sem falarmos em ter conseguido mudar um pouco a cara do futebol nacional; pelo menos na visão dos clubes em relação a busca por treinadores, que estão vindo para o Brasil em maior número - aqui falando de comandantes técnicos estrangeiros.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal