Bruno Henrique está focado em ser novamente protagonista, agora no Mundial de Clubes, cuja estreia do Flamengo ocorre já nesta terça-feira, diante do Al Hilal, pelas semifinais e por esse motivo, seu empresário - Dênis Ricardo declarou ao site "Lance" que não quer atrapalhar o jogador com possíveis propostas para deixar o Flamengo ao final do ano.

Com uma temporada maravilhosa até aqui, as propostas têm aparecido na mesa do estafe do atacante em questão. Em entrevista ao site já acima citado, em um shopping em Doha, Dênis atualizou o atual cenário de mercado: "não há oferecimento", mas antenados as propostas do exterior.


"O interessante é que todo jogador que atinge a desempenho que ele atingiu esse ano realmente desperta interesse de outros clubes. Mas o Bruno tem contrato em vigor. Se caso aconteça alguma negociação, é uma situação que vai deixar todas as partes envolvidas satisfeitas. Mas esse não é o objetivo. Não estamos oferecendo para ninguém. Pelo desempenho está despertando e quem tiver interesse que nos procure. Se for para acontecer, é natural do futebol e encaramos com profissionalismo", falou Dênis, observando ainda:

"Obviamente, têm vários pontos. Não só o financeiro, mas isso pesa. Temos que respeitar a felicidade do jogador. Respeitamos isso. O Bruno tem a experiência de quando ele voltou para o Brasil. Tinha propostas melhores do que a que aceitou. Respeitamos isso também. Muda o patamar de qualquer jogador com contrato expressivo. Mas a prioridade é ele estar feliz, como está no Flamengo. E essa felicidade é o que fez o desempenho ser positivo"
, declarou.

O empresário de Bruno Henrique também externou que, quanto ao Rubro-Negro, à conversa por renovação "tem sido feita e bem conduzida". Porém não foi conclusivo quanto a esse assunto.

Até o momento existem quatro clubes da China que já apresentaram propostas por Bruno Henrique, que possui multa rescisória de 30 milhões de euros - algo próximo a R$ 140 milhões, com vínculo até o fim de 2021. No entanto, quando clubes chineses puderem formalizar propostas e registrar jogadores visando à próxima temporada, o fator financeiro tem chances consideráveis de balançar e pesar na sua saída, porém, os valores estão abaixo da multa.