Mesmo tendo chegado ao Flamengo em meio a temporada, Jorge Jesus já caiu nas graças da torcida do Flamengo ao comandar a equipe nas conquistas da Libertadores e Campeonato Brasileiro. Porém, em entrevistas ao jornal português A Bola, o treinador não descartou uma possível saída do clube.

"Não estou pensando nisso ainda. Estou apaixonado pelo Flamengo, mas a minha vida é esta, é uma vida de paixões, e com o tempo as paixões podem passar. Vamos dar tempo ao tempo. Tento não ligar muito a isso, não quero pensar nisso ainda, a essas pressões. Não ligo muito para redes sociais e não leio jornais, nem vejo programas esportivos no Brasil. Essa ignorância, de certa forma, foi boa para mim, porque me tirou alguma responsabilidade dos ombros", disse.

Em uma dessas últimas entrevistas - após as conquistas da Libertadores e do Brasileirão, o técnico português admitiu que não esperava esse sucesso meteórico no clube brasileiro.

"Não é questão de acreditar. Não era bem assim, porque eu vinha com essas metas, vinha para ganhar. Em todo o caso, o impacto de tudo isso é diferente do que eu esperava, porque a dimensão do país assim o implica. Não há comparação possível entre o tamanho do Brasil e o de Portugal. Só no Rio de Janeiro há nove milhões de pessoas", declarou.

Jorge Jesus - treinador do Flamengo.
Jorge Jesus - treinador do Flamengo.

O comandante revelou que ficou surpreso com a importância dada a Libertadores.

"Nunca pensei que este troféu fosse tão importante para os torcedores do Flamengo, confesso. Para eles foi um sonho com quase 40 anos, e na verdade eu só percebi essa realidade com o tempo. Fui começando a perceber o que era a Libertadores para eles, porque para mim era muito mais importante ser campeão brasileiro. Fui vendo que as duas coisas eram muito importantes para eles, mas que a Libertadores era a coisa mais importante do mundo", afirmou.

Por fim, Jorge Jesus destacou que seu objetivo segue sendo voltar a comandar um grande clube europeu no futuro, o que pode culminar com sua saída do Flamengo - antes mesmo do final de seu contrato, que é válido até a metade de 2020 e pelo qual a direção tenta ampliá-lo pelo menos até o final do próximo ano.

"Vou lutar por isso, é o meu objetivo", finalizou.

Após as conquistas do fim de semana, o Flamengo volta a campo nesta quarta-feira, diante do Ceará, no Maracanã. Jorge Jesus ainda não definiu se vai escalar os titulares ou vai optar por uma formação alternativa.

No momento, mesmo não sabendo se retorna ou não a Europa, Jorge Jesus auxilia a direção na busca por reforços para a próxima temporada.