Flamengo adota cautela e mantém calma sobre futuro de Gabigol

O excelente rendimento nesta temporada fez com que o Flamengo ainda mantenha cautela, mas esteja confiante em uma compra em definitivo para a próxima temporada.

Por Talis Andrey de Mello
Compartilhe

Mais uma vez decisivo, o atacante Gabriel Barbosa, o "Gabigol", vem caindo cada vez mais nas graças da torcida. Após marcar o gol da classificação na noite da última quarta-feira, que garantiu o time carioca na semifinal da Copa Libertadores da América, o jogador fez a torcida voltar mais uma vez ao debate sobre a permanência do artilheiro do futebol brasileiro em 2019.

Política da boa vizinhança com a Inter de Milão, aconchego para Gabigol e paciência. Mais uma noite decisiva do artilheiro do Brasil em 2019 fez o torcedor se encher de ansiedade pela compra, mas o Flamengo tem a estratégia bem definida para tentar manter seu camisa 9. Passados oito meses de namoro, tudo tem seguido melhor que a encomenda neste triângulo.

E foi isso que o empresário Júnior Pedroso, responsável pela gestão de carreira de Gabriel, foi relatar ao clube italiano em visita na última terça-feira. Com a proximidade do fim da janela nas principais ligas europeias, ele se reuniu com o diretor executivo da Inter, Piero Ausilio, para trocar informações e debater perspectivas para o atacante que completa 23 anos nesta sexta-feira.

aaa

Na Europa para outros compromissos profissionais (visitou Lucas Moura, em Londres, por exemplo), Júnior atendeu ao convite do dirigente italiano para visita de rotina e não levou qualquer oferta do Flamengo na bagagem. O Rubro-Negro, na verdade, encara o tema com naturalidade e sequer sentou com Gabriel, seus agentes e familiares para tratar de 2020 adiante.

Com o gol marcado diante do Inter, pela Libertadores, já são 26 (um a menos da melhor marca na carreira) em 37 jogos. E este sucesso técnico e de ambientação foi celebrado pela Inter de Milão, que só recebeu informações positivas sobre a forma como seu patrimônio tem sido tratado. Em contrapartida, os italianos deram uma geral sobre o assédio sofrido por Gabriel na janela europeia. Clubes da Espanha e de outras ligas importantes sondaram a situação do atacante, mas nenhum do primeiro escalão do continente. Proposta oficial, somente do Dínamo de Moscou, que não agradou nenhuma das partes.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal