Flamengo: Diego é submetido a cirurgia e prazo de volta é de quatro a cinco meses, diz médico

Com a lesão e a cirurgia, Diego pode ser que não jogue mais esse ano, uma vez que deverá ficar de fora dos gramados pelo período de quatro a cinco meses - isso segundo o médio do Rubro-Negro.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Após ter constatado uma fratura com lesão ligamentar no tornozelo esquerdo na última quarta-feira, na derrota por 2 a 0 diante do Emelec, pela Libertadores, Diego - meia-atacante do Flamengo foi submetido a uma cirurgia que durou quase três horas nesta quinta-feira, em um hospital da Barra da Tijuca.

Com a lesão e a cirurgia, Diego pode ser que não jogue mais esse ano, uma vez que deverá ficar de fora dos gramados pelo período de quatro a cinco meses - período esse que dará em final de novembro, início de dezembro, quando o Brasileirão já estará em suas últimas rodadas.

Diego Ribas deverá ficar entre quatro a cinco meses longe dos gramados.Diego Ribas deverá ficar entre quatro a cinco meses longe dos gramados.

 

De acordo com o médio do "Rubro-Negro", o procedimento se deu dentro do esperado e se tudo ocorrer conforme o planejado, o jogador deverá ter alta nesta sexta-feira ou no sábado pela manhã. A direção do Flamengo declarou que Diego será acompanhado por um fisioterapeuta desde a sua saída do hospital, iniciando sua recuperação em casa - o meia-atacante só poderá voltar a colocar o pé no chão depois de 15 dias, quando começa a fisioterapia no clube, mas o jogador já inicia o processo de recuperação em sua residência.

"A cirurgia de Diego encerrou a pouco tempo, lembrando a vocês, como falamos anteriormente, que é uma cirurgia complexa, considerada uma cirurgia grave. Foi realizada a sutura do ligamento, a fixação da fratura da fíbula. A previsão da alta dele é nesta sexta-feira ao fim da tarde se tudo andar bem, ou no sábado pela manhã. Nos primeiros 15 dias ele vai ficar em casa, uma vez que não poderá colocar o pé no chão e a partir daí inicia a fisioterapia no CT, sendo que nós iremos enviar um fisioterapeuta a sua casa para já iniciar o tratamento por lá. Como é uma lesão grave, complexa, o prazo de retorno é de no mínimo quatro meses. A gente vai fazer de tudo para que isso ocorra; acelerar ao máximo, mas é uma lesão realmente que precisa de cuidados extremos. A média é de quatro a cinco meses para que possa voltar aos jogos", declarou Márcio Tannure - médico do Flamengo.

Além de Diego, o Flamengo muito provavelmente não poderá contar com as presenças de Arrascaeta e Everton Ribeiro para o jogo da volta, contra o Emelec, na próxima semana, no Maracanã - na partida decisiva para as pretensões do "Mengão" na Libertadores, onde o clube brasileiro precisará vencer por três gols de diferença para continuar na competição.

Mais sobre: flamengo diego-ribas lesao
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal