Após a contratação de Geuvânio na semana passada, o Atlético-MG continua procurando por opções no mercado da bola. Desta vez, o alvo da diretoria atleticana atende pelo nome de Berrío, que atualmente defende a camisa do Flamengo.

Com a derrota na primeira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América para o Cerro Porteño, em pleno Mineirão, a dificuldade na criação de jogadas, e a velocidade ofensiva, foram defeitos notórios, que fizeram a diretoria do Galo trabalhar em busca de reforços.

Os mineiros então estabeleceram o colombiano Berrío como um possível alvo, e foram buscar no Flamengo, a situação do atleta e se teria possibilidade de uma eventual negociação. Enretanto, a diretoria do clube carioca prontamente negou qualquer oferta e declarou que pretende contar com Berrío, que atualmente está lesionado, e atuou apenas duas vezes nesta temporada.

Berrío vem contando com seguidas lesões musculares. Só nesta temporada, já foram duas, sendo uma durante a pré-temporada na Florida, onde foi constatada uma lesão na coxa direita, que o tirou de toda a Taça Guanabara, e agora, uma lesão no reto femoral da coxa esquerda, que deve tirá-lo de atividade por cerca de 3 a 5 semanas.

Berrío ainda não conseguiu convencer no Flamengo. Desde que chegou, em 2017, são apena 58 partidas, e 6 gols marcados. A adaptação mais demorada, e a sequência de lesões fazem com que o jogador de 28 anos não tenha conseguido mostrar a que veio até o momento. Berrío teve grande destaque no Atlético Nacional, da Colômbia, onde foi campeão da Libertadores da América de 2017.