Após uma noite onde um forte temporal que atingiu a cidade do Rio de Janeiro causou fortes estragos no "Ninho do Urubu" - Centro de Treinamentos do Flamengo, na última quinta-feira, nesta madrugada de sexta-feira mais uma tragédia movimentou familiares, amigos e dirigentes do clube carioca em direção ao local.

Um incêndio de grandes proporções atingiu o CT do Rubro-Negro, em Vargem Grande - zona oeste do Rio de Janeiro. O Corpo de Bombeiros foi acionado às 5h17 informando que chegando ao local, pouco pode fazer para salvar a vida de pelo menos 10 pessoas. Outras três foram resgatadas em estado grave e um em estado gravíssimo. O fogo foi controlado por volta das 7h20 da manhã desta sexta-feira.

O incêndio segundo as primeiras vistorias iniciou em uma parte antiga do Ninho do Urubu - local esse que servia justamente de alojamento para as "categorias de base" do clube, logo na entrada do Centro de Treinamentos.

Em entrevista a "TV Globo", o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros - Douglas Henaut comentou que a identificação das vítimas será feito sob a responsabilidade da Polícia Civil.

"Existia o local, que era o alojamento, onde jogadores da base do Flamengo dormiam. A identificação das vítimas será feita posteriormente pela Polícia Civil", declarou.

Vale aqui mais uma vez ressaltar que o Ninho do Urubu na última quinta-feira já havia sido atingido por um forte temporal, com ventos intensos que chegaram a arrancar grandes árvores que existiam no local - o temporal foi tão forte que chegou a arremessar traves do "pólo aquático" para fora das piscinas - além desses, grades de quadras foram derrubadas, sem contar em outros problemas; mas nenhum com a proporção do incêndio que atingiu o CT do Flamengo no amanhecer desta sexta-feira.