Minha Torcida Logo

Sob pressão de investidores, Dedé do Cruzeiro fica próximo do Flamengo

Tais informações dão conta de uma proposta de R$ 35 milhões ao defensor da “Raposa” – a mesma deverá ser apresentada na próxima segunda-feira pelo clube carioca. Além da oferta, o Flamengo também pretende oferecer perdão ao Cruzeiro pela dívida referente à negociação com Mancuello.

Por
Compartilhe

Sob pressão de investidores, zagueiro do Cruzeiro fica próximo do Flamengo. Aqui falamos de Dedé – o zagueiro pretendido por Abel Braga.

Investidores estão pressionando a direção do Cruzeiro a liberar Dedé para negociar com o Flamengo – eles vêm esse com o momento certo para reaver o investimento de R$ 14 milhões realizado em 2013. O clube mineiro, no entanto, não pretende liberar o seu defensor por pouco e segundo informações vindas diretamente da Gávea, o Rubro-Negro poderá apresentar uma proposta superior a R$ 30 milhões.

Dedé é um dos alvo de interesse do Flamengo para a nova temporada.Dedé é um dos alvo de interesse do Flamengo para a nova temporada.

Tais informações acima citadas dão conta de uma proposta de R$ 35 milhões ao defensor da “Raposa” – a mesma deverá ser apresentada na próxima segunda-feira. Além da oferta, o Flamengo também pretende oferecer perdão ao Cruzeiro pela dívida referente à negociação com Mancuello. Caso se confirme a proposta e caso o Cruzeiro acabe aceitando a mesma, o clube mineiro ficará com 20% do valor ofertado.

Dedé que está com 30 anos, chegou ao Cruzeiro em 2013 e pelo clube celeste entrou em campo em 143 partidas, marcando 12 gols – além destes números, o zagueiro conquistou dois Campeonatos Mineiros, duas Copas do Brasil e dois Campeonatos Brasileiros desde então.

Até o momento o Rubro-Negro não confirmou tal informação. A negociação segundo informações é conduzida pelo diretor Bruno Spindel e pelo vice de futebol Marcos Braz.

Dedé que ainda encontra-se em férias, tem com o Cruzeiro e com sua torcida uma espécie de dívida de gratidão, pelo longo período que ficou de fora do time por constantes lesões que o tiraram de campo por mais de um ano e meio. O defensor está acompanhando as negociações de longe, sem se envolver nas tratativas.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários