Mais uma vez o treinador do Grêmio - Renato Portaluppi não se escapou das perguntar relacionadas a uma possível saída sua para o Flamengo, onde ele desconversou, dizendo que seu foco agora era classificar o seu time no G-4 do Brasileirão para assim assegurar vaga direta a Libertadores, porém, é sabido de todos que vivem no meio esportivo que o Flamengo sonha com Renato e vice-versa. Como também sabemos que Dorival Jr. dificilmente continuará a frente do Rubro Negro após o Brasileirão - mesmo que ele venha a ser campeão brasileiro com a equipe (chances remotas, mas matematicamente elas existem).

O atual técnico do Tricolor Gaúcho é o preferido da atual direção rubro-negra e porque não dizer dos concorrentes que irão disputar a presidência do Flamengo no próximo dia 8 de dezembro.

Assim sendo, Leandro Quesada, do programa "Expediente Futebol" do canal de TV paga - "FOX Sports" declarou nesta última quarta-feira que não acredita que Renato Portaluppi não venha a ser o técnico do Flamengo no próximo ano. Para ele, o clube carioca irá cobrir qualquer proposta do clube gaúcho ou de qualquer outra equipe que venha a mostrar interesse em seu treinador favorito.

"O Flamengo cobre qualquer proposta feita pelo Grêmio para ficar com Renato Portaluppi. O Flamengo paga o que o Grêmio oferecer e algo a mais por títulos. Dinheiro não será problemas", declarou o jornalista.

Em campo, Flamengo e Grêmio se enfrentaram pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro e o Rubro-Negro se deu melhor, ao derrotar o Tricolor Gaúcho por 2 a 0 - com a vitória, o Flamengo segue sendo o único time a ter chances matemáticas de tirar o título nacional das mãos do Palmeiras, uma vez que o Internacional perdeu em casa para o Atlético-MG por 2 a 1, nesta última quarta-feira. O Flamengo está a cinco pontos do líder (Palmeiras - 74 pontos), com 69 pontos; já o Grêmio com a derrota permaneceu na quarta colocação, com 62 pontos e hoje a noite seca o São Paulo diante do Vasco da Gama para continuar dependendo única e exclusivamente de si para garantir vaga no G-4.