Minha Torcida Logo

Flamengo troca o comando técnico do time e Dorival Júnior é o escolhido

Em sua primeira passagem pelo clube, Dorival Jr. comandou o time em 37 jogos, tendo conquistado 15 vitórias, 12 empates e sofrendo 10 derrotas.

Por
Compartilhe

Sem ser oficialmente anunciado, pelo menos por hora, Dorival Jr. é o novo treinador do Flamengo – o comandante técnico já comanda a equipe diante do Bahia no final de semana, pela 27ª rodada do Brasileirão.

Em um convite formal feito nesta última quinta-feira, Dorival Jr. disse sim ao Rubro-Negro Carioca e a partir de então as coisas começaram a evoluir. A direção do Flamengo aguarda somente o novo técnico conversar com Maurício Barbieri (ex-técnico do time) para fazer o anuncio oficial, ainda nesta sexta-feira.

Dorival Jr. em sua última passagem pelo Rubro-Negro.Dorival Jr. em sua última passagem pelo Rubro-Negro.

Com certa dificuldade no atual mercado de treinadores, o nome do novo técnico flamenguista foi o que mais teve aceitação entre a direção Rubro-Negra. Vanderlei Luxemburgo, velho conhecido do clube carioca não foi aceito por motivos óbvios – o mesmo feita dura críticas ao Flamengo depois que foi demitido em 2015, com isso Dorival Jr. ganhou forças e esta a algumas horas de ser oficializado no cargo.

Mesmo sendo contrariado em suas idéias, o vice de futebol do clube e atual candidato a presidente do Flamengo – Lomba desejava manter Barbieri no cargo até o final da temporada, mas a indicação do presidente Eduardo Bandeira de Mello foi soberana e assim Lomba conduziu todo o processo de negociação.

Com salários ainda a receber do Flamengo devido a sua primeira passagem, em 2012 e 2013, Dorival chegou a entrar na justiça para cobrar o clube carioca, ganhando a ação no valor de R$ 10 milhões, no entanto, essa questão em nenhum momento foi barreira para o retorno do ex-treinador de Santos e tantos outros times no Brasil, ao time da Gávea.

Em sua primeira passagem pelo clube, Dorival Jr. comandou o time em 37 jogos, tendo conquistado 15 vitórias, 12 empates e sofrendo 10 derrotas – com um aproveitamento de 51,3% - onde acabou sendo demitido justamente no início da gestão do então atual presidente do Flamengo – Eduardo Bandeira de Mello.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Siga nossas redes sociais