Maurício Barbieri é efetivado no cargo de treinador do Flamengo

Além do anúncio da efetivação de seu treinador, o Rubro-Negro também informou que Paolo Guerrero deverá se apresentar ao clube ainda na próxima semana

Por
Compartilhe

Depois der ter substituído Carpegiani no comando técnico do Flamengo e ter deixado o mesmo na primeira colocação do Campeonato Brasileiro e classificado as fases mata-mata na Copa do Brasil e na Libertadores – antes da parada para a Copa do Mundo da Rússia – a direção do Rubro-Negro confirmou nesta última quinta-feira a efetivação de seu treinador, Maurício Barbieri no cargo. O novo contrato do treinador tem validade até o fim da atual temporada.

O Flamengo que volta a campo de forma oficial somente no dia 18 de julho, quando encara o São Paulo pelo Campeonato Brasileiro, ainda terá pela frente a disputa das oitavas de final da Taça Libertadores da América, no dia 08 de agosto, quando recebe no estádio do Maracanã, o Cruzeiro, pelo primeiro confronto do mata-mata da competição e a disputa da Copa do Brasil.

Além do anúncio da efetivação de seu treinador, o Rubro-Negro também informou que mesmo com Paolo Guerreiro tendo algumas propostas para jogar no futebol árabe, o atacante deverá se apresentar no clube ainda na próxima semana – visto que o jogador já voltou ao seu país com a delegação peruana que estava na Rússia disputando a Copa do Mundo.

Com contrato encerrando somente no dia 10 de agosto, a direção do Flamengo acredita que ainda tem tempo para sentar com o jogador e com seu representante para tentarem chegar a um acordo de renovação. Entretanto, essa conversa segundo a mídia peruana não será fácil, uma vez que o jogador não ficou satisfeito com o corte de salário e com a falta de apoio por parte da direção do clube carioca junto a FIFA durante o período em que esteve impedido de jogar, devido ao processo de doping nas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Se Paolo Guerrero não chegar a um acordo com o Flamengo, o mesmo ainda deverá entrar em campo por mais algumas partidas com a camisa do Rubro-Negro até o fim de seu contrato – Guerrero terá condições legais de jogar ainda cinco partidas pelo Brasileirão, uma pela Copa do Brasil e uma pela Libertadores.

Comentários