Flamengo já têm um novo diretor executivo de futebol

Carlos Noval será o encarregado de substituir Rodrigo Caetano, demitido após o Flamengo ficar de fora das finais do Campeonato Carioca.

Por
Compartilhe

Após o mau resultado diante do Botafogo pelo Campeonato Carioca, que resultou na eliminação do Flamengo do torneio e as demissões da “comissão técnica” e do “diretor executivo de futebol”; o Rubro-Negro já definiu seu novo dirigente – para o lugar de Rodrigo Caetano, a direção do clube anunciou a chegada de Carlos Noval.

Carlos Noval será oficializado no novo cargo na próxima semana.Carlos Noval será oficializado no novo cargo na próxima semana.

O nome será oficializado na próxima semana. Noval já trabalha no clube desde 2010, nas categorias de base do Flamengo. Atualmente na Itália, o novo dirigente que estava acompanhando algumas competições da base deve chegar ao Rio de Janeiro neste final de semana e no início da próxima, deverá se reunir com o presidente Eduardo Bandeira de Mello para acertar os últimos detalhes de sua nova função no clube.

O bom trabalho nas categorias de base, o credenciaram a nova função, função essa semelhante a que ele desempenhava com a base desde 2010. Durante sua gestão na base, Carlos Noval foi por três vezes campeão da Copa SP de Futebol Júnior – 2011, 2016 e 2018; além destes títulos, foi o grande responsável pela estruturação da base no trabalho de transição para o time principal.

O novo “futuro” diretor executivo de futebol do Flamengo “vive” o dia-dia do clube desde sua infância, quando seu pai, Renato Noval era dirigente nas décadas de 1970 e 1980. A paixão pelo Flamengo passou então de pai pra filho.

Em reunião nesta manhã de sábado no Ninho do Urubu, Eduardo Bandeira de Mello e Ricardo Lomba – presidente e vice-presidente de futebol do Rubro-Negro respectivamente acompanharam de perto os trabalhos do auxiliar técnico Maurício Barbieri, que substituí Carpegiani até a direção anunciar o novo “comandante técnico”.

Com as medidas tomadas pelo departamento de futebol após a eliminação do Campeonato Carioca, Lomba estará mais presente ao dia-a-dia do Flamengo. Vale salientar que foi Lomba quem tomou a iniciativa de demitir a comissão técnica e o ex-diretor executivo de futebol do clube – o que deu mais crédito a ele e também um compromisso maior. Lomba passará a ter uma participação mais ativa junto ao elenco e a nova comissão técnica que ainda não foi escolhida.

Comentários