Mesmo com bons resultados neste início de temporada, Rogério Ceni - treinador do Flamengo vê problemas com seu sistema defensivo, que vem sendo o ponto fraco da equipe que já sofreu 10 gols nos últimos cinco jogos.

Gols pelo alto e bolas paradas

O grande problema do time comandado por Ceni em sua defesa é o alto número de gols tomados pelo alto e de bolas paradas; isso sem falar em falhas individuais. Rogério Ceni logo após a vitória sobre o Vélez, pela Libertadores da América, mostrou descontentamento com algumas perguntas sobre essas falhas, donde inclusive cobrou e deu atenção especial ao sistema defensivo.

Ausência de Rodrigo Caio

Uma das explicações para esse momento da defesa do Rubro-Negro pode se dar na ausência de Rodrigo Caio, considerado o melhor defensor do elenco - sendo ele o único titular absoluto desta equipe no setor; no entanto, o mesmo vem sofrendo com lesões constantes que complicaram sua permanência no time em 2021.

Dos 13 jogos do Flamengo até aqui na temporada, o zagueiro em questão participou de apenas três jogos, onde mais uma vez ele não poderá estar presente diante do Union La Calera, nesta terça-feira, no Maracanã, pela Libertadores 2021.

Sem o "xerife", Rogério Ceni vem improvisando com Willian Arão, que passou a ser o principal zagueiro da equipe, uma vez que seu companheiro por muitas vezes é uma incógnita. Para o jogo desta noite pela Libertadores, Gustavo Henrique deve ser seu companheiro, uma vez que na reta final do Campeonato Brasileiro de 2020 os dois atuaram juntos em várias partidas.

Com isso tudo, a direção do Flamengo que trouxe recentemente um reforço para o setor - Leo Pereira que chegou para ocupar a vaga que antes era de Pablo Marí e não vem correspondendo, terá que analisar as opções disponíveis no grupo antes de sair novamente para o mercado, visto que o clube diz estar em contensão de despesas.