Depois de ter recebido alguns dias de folga, logo após o término do Brasileirão 2020, Rogério Ceni antecipou em uma semana sua volta ao trabalho no Flamengo, onde anda de acordo com a ideia da direção, que quer acelerar o planejamento do clube para a temporada 2021. Além de montar o cronograma de trabalho, também pretendem colocar em pauta a montagem no elenco para esse ano.

Prioridades traçadas

Sabedores das posições mais carentes no time, o Flamengo já tem suas prioridades traçadas, onde não pretende gastar muito, visto a contenção de despesas para esse ano. Mesmo tendo um elenco bastante forte e competitivo, o Rubro-Negro irá atrás de um goleiro e de um meio-campista versátil, que saiba atuar como volante e também na armação de jogadas. Além desses, a direção ainda poderá ir atrás de outro atacante, mas que atue pelos lados do campo.

Com a aquisição de Pedro no final de 2020, o Flamengo tem para esse início de temporada um orçamento curto, sem previsão para compra de direitos econômicos, o que dificulta em trazer nomes de peso para o elenco neste momento.

Vendas

Além da busca por reforços, o Flamengo também estuda algumas vendas de jogadores, o que poderia ampliar na hora de buscar esses reforços.

Até esse instante, o Flamengo confirmou apenas a chegada do zagueiro Bruno Viana, que chega ao "Ninho do Urubu" por empréstimo junto ao Braga - de Portugal; também negocia uma possível repatriação do lateral Rafinha.