Depois de conquistar quase tudo que disputou entre os anos de 2019 a 2020, o Flamengo vem seguindo a risca com seu manual de planejamento de um time campeão; visto que após os títulos, renovou com Bruno Henrique, Everton Ribeiro e Arão; comprou Gabigol e ainda teve fôlego para se reforçar, com a chegada do atacante Pedro e outros; no entanto, não consegue dar o mesmo tratamento a um dos jogadores mais importantes de seu elenco ou pelo menos parecia uma dos mais importantes.

Falamos aqui do uruguaio Arrascaeta, que deverá ter sua situação avaliada após o Brasileirão 2020, mas por conta da crise financeira imposta pela COVID-19 aos clubes de futebol, a direção flamenguista já sinalizou que não há dinheiro para um aumento salarial, o que vem deixando o jogador bastante irritado e com seu agente já sondando outros clubes.

Arrascaeta pode deixar o Flamengo

Sim, vendo outros jogadores do elenco sendo valorizados e contratados, fez com que o staff do meia-atacante já avaliasse sua saída do Rubro-Negro na próxima janela de transferências; muito disso vai depender da conversa entre o jogador, empresário e o clube nas próximas semanas.

Contrato válido até 2023

Com contrato assinado até dezembro de 2023, após ter desembolsado um alto valor para tirá-lo do Cruzeiro, essa manifestação do empresário do uruguaio poderá fazer com que o Flamengo tenha mais cuidado com o jogador e proteja-se de uma saída do atleta por qualquer custo. Atualmente a multa rescisória de Arrascaeta gira em torno de 40 milhões de euros.

Arrascaeta segue em alta no Flamengo e já chegou a receber uma sondagem do mundo árabe, no último ano, mas como todo time, em 2021 não vem fazendo grandes exibições, o que inibe ofertas de grandes clubes, bem como do futebol europeu, por exemplo.

Atualmente Arrascaeta é considerado peça insubstituível, e o clube segundo as últimas informações, só aceitará uma proposta próxima a casa dos 70 milhões de euros para liberá-lo. Aguardemos os próximos passos do Flamengo para esse assunto.