Camisa 7 e um dos ídolos do atual elenco do Flamengo, o meia Éverton Ribeiro permanece na Gávea. Depois de alguns dias de suspense sobre uma ida ou não do jogador ao Al-Nassr, dos Emirados Árabes, nesta quinta-feira (28), data limite da janela de transferências para o exterior, ficou definido que, com a desistência dos árabes, o meia de 32 anos permanece no clube.

Vale lembrar que o Al-Nassr chegou a um acordo com Éverton Ribeiro para a ida do jogador. Segundo rumores, os vencimentos na arábia seriam o dobro do que o meia recebe atualmente no Flamengo, e vários bens pessoais, como casas e carros, por exemplo. O contrato proposto ao jogador era de três anos.

Com a decisão tomada, Éverton Ribeiro deixou nas mãos da diretoria do Flamengo a decisão de negociá-lo ou não. Na última quarta-feira (27), o Flamengo recebeu a proposta do Al-Nasr: 7 milhões de euros (aproximadamente R$41 milhões na cotação atual). Entretanto, a contraproposta do rubro-negro foi de 10 milhões de euros ( 7 milhões de euros em pagamento + 3 milhões de euros em bônus e premiações). A pedida assustou os árabes.

Após negociações, Éverton Ribeiro permanece no Flamengo. (Foto:Reprodução)
Após negociações, Éverton Ribeiro permanece no Flamengo. (Foto:Reprodução)

Com isso, havia a possibilidade de Éverton Ribeiro sequer entrar em campo diante do Grêmio, em Porto Alegre, pelo Brasileirão. Mesmo assim, o meia viajou com a delegação, e seguiu a preparação para o jogo.

E, nesta quinta-feira, o clube árabe desistiu da contratação de Éverton Ribeiro. O principal fator para a não negociação foi que o valor pedido pelo Flamengo era muito acima do orçamento previsto pelo clube em contratações.

Agora, o Flamengo se volta para a definição de venda de outros jogadores, como Michael e Léo Pereira, que estão com suas situações de saída bem mais encaminhadas. Vale lembrar que a meta de vendas do rubro-negro para 2021 é de cerca de R$142 milhões.