Sem acordo! Pelo menos é o que tudo indica na negociação envolvendo Diego Alves e Flamengo, que após uma nova oferta do clube carioca, ficaram ainda mais distantes.

Com vínculo válido somente até 31 de dezembro, o Rubro-Negro ofertou ao goleiro titular do time um aumento de 10% e um ano de contrato para esse aceitar o novo termo de renovação, no entanto, o jogador quer 30% em seus novos vencimentos a partir do dia 1º de janeiro de 2021 e dois anos de vínculo para permanecer no clube.

Lembrando que foram esses os termos acordados entre Diego Alves e Bruno Spindel em outubro deste ano e que acabaram sendo reprovado pelo conselho do clube, que então se viu obrigado a apresentar uma nova proposta.

Sem um entendimento, a permanência do goleiro no "Ninho do Urubu" parece cada vez mais distante, segundo informações do jornalista - Cahê Mota, do site "ge".

Situação delicada

Restando apenas 15 dias para o término de contrato, Diego Alves segue trabalhando normalmente, tanto que ele segue como titular da equipe comandada por Rogério Ceni, que assim como seus demais comandados, defendem a permanência do profissional para o próximo ano. No entanto a direção segue irredutível quanto a sua proposta e não deverá mais sinalizar com uma nova nos próximos dias, o que então poderá declarar no fim da passagem de Diego Alves pelo Flamengo.

Enquanto segue com contrato vigente, Diego Alves deverá estar em campo com a camisa do Flamengo no duelo contra o Bahia, pela 26ª rodada do Brasileirão, no próximo domingo, às 18h15 (de Brasília).