Sport Recife está livre da pena imposta pela FIFA; sim, a entidade máxima do futebol mundial suspendeu a pena ao clube pernambucano após confirmar o pagamento da dívida junto ao Oleiros, de Portugal.

A dívida em questão era por conta do direito de formação do atacante Diego Felipe, que jogou no clube pernambucano no sub-23, e de acordo com presidente do "Lesão", essa pendência financeira era de US$ 42,876.71 - ou algo em torno de R$ 236 mil, pagos no último dia 09 de outubro deste ano.

Assim, após a confirmação do depósito junto à entidade, essa mesma suspendeu o bloqueio de inscrições imposta ao Sport. A informação que aqui repassamos foi primeiramente confirmada pelo próprio diretor de futebol do "leão" - Chico Guerra.

CBF ratifica decisão

Já a CBF por meio da assessoria de imprensa, ratificou a liberação da pena imposta pela FIFA no sistema interligado entre as duas entidades.

"Podemos confirmar que a proibição de registro imposta ao Sport Recife foi suspensa com a confirmação do pagamento dos valores devidos pelo credor", afirmou a FIFA, por meio de um porta-voz.

Agora com essa pendência resolvida, o clube brasileiro aqui em questão se volta a outro problema junto a FIFA - a questão envolvendo a compra do atacante André, adquirido em 2017 junto ao Sporting - de Portugal. Neste quesito, a FIFA ordenou ao Sport Recife quitar a dívida que detém com o clube português na casa dos 907.500 euros - algo em torno de R$ 6 milhões.

Para essa, o Sport tenta uma proposta de parcelamento do débito, com um valor de entrada e o restante parcelado até o fim do Brasileirão desta temporada - previsto para encerrar no mês de fevereiro de 2021. "Novela" essa que ainda promete alguns capítulos; aguardemos!