Mais um clube brasileiro punido pela FIFA e impedido de inscrever atletas. Estamos aqui falando do Sport, que de acordo com a entidade máxima do futebol mundial, terá valores bloqueados por conta da dívida sobre o atacante Diego Felipe, onde o clube contesta, alegando já ter efetuado tal pagamento.

A punição imposta pela FIFA corresponde ao caso envolvendo o Oleiros - de Portugal, que cobra do time pernambucano o pagamento pela formação do atacante Diego Felipe Nascimento de Siqueira, que jogou no Sub-23 do Sport. O time brasileiro por sua vez confirma o bloqueio, mas contesta sobre a origem do caso.

Segundo o presidente do Sport - Milton Bivar, o clube fez o deposito de US$ 42,876.71 - algo em torno de R$ 236.679,43 ao Oleiro na última sexta-feira, mas a FIFA alega ainda não ter recebido as atualizações no trâmite judicial do caso.

Nesta mesma linha, para não vir a sofrer uma nova punição pela FIFA, a direção do time pernambucano busca negociar uma dívida pendente com o Sporting - de Portugal, aqui envolvendo o atacante André - adquirido em 2017. Neste caso, Milton Bivar que esteve no Rio de Janeiro no início desta semana com os advogados do clube, prepara uma proposta de parcelamento para apresentar ao clube português.

Vale salientar neste caso, a FIFA no início de maio já teria ordenado ao Sport pagar 907.500 euros - cerca de R$ 5,94 milhões ao Sporting - de Portugal. Esse prazo seria de 45 dias após o fornecimento de todos os dados bancários por parte do clube europeu. A FIFA alega que por hora não tem nenhum atualização sobre esse assunto.

Entenda o caso do Oleiros

Em 12 de maio, o Sport recebeu da FIFA o prazo de 45 dias para quitar a dívida ao clube português - a partir do momento que teria todos os dados bancários em mãos. No dia 16 de julho, como o Sport não havia ainda efetuado a transferência, a FIFA ordenou a proibição de inscrições de novos atletas nacionais e internacionais. Porém, esse bloqueio só passaria a valer a partir do dia 13 de outubro - também conhecido como a última terça-feira; data essa que marcou a abertura da janela de transferências no mercado internacional para o Brasil.

Tal pena será imediatamente retirada assim que a FIFA for notificada da quitação da dívida. Se o Sport não efetuar os pagamentos aos dois clubes estrangeiros, ainda corre o risco de punições mais graves, como por exemplo, a efetuada ao Cruzeiro - com a perca de pontos na competição nacional que disputa, podendo inclusive ser rebaixado a uma divisão inferior.