Com os jogos Olímpicos adiados para 2021, devido à pandemia causada pelo "COVID-19", a FIFA - entidade máxima do futebol mundial anunciou nesta manhã de terça-feira que está analisando uma possível mudança no limite de idade dos atletas que irão disputar o torneio de futebol masculino nos jogos Olímpicos de Tóquio, no próximo ano.

A medida segundo a FIFA servirá para não punir os atletas que estão estourando ou irão estourar o limite de idade com o adiamento anunciado pelo Japão das Olimpíadas. Atualmente a regra do futebol olímpico permite apenas jogadores com limite de 23 anos - com três exceções - com o estudo, a regra poderia ser alterar para 24 anos.

Pegando exclusivamente a nossa seleção brasileira, se a regra atual for mantida, pelo menos 11 atletas do futebol irão estourar o limite de idade, estando aqui Lucas Paquetá e Matheus Henrique.

Além dessa matéria em destaque, a entidade máxima do futebol mundial também prometeu rever todos os contratos relacionados à Olimpíada, além da reformulação do calendário e discussões com os clubes para a liberação de jogadores para esses jogos em 2021.

Novo estádio olímpico de Tóquio.
Novo estádio olímpico de Tóquio.

Veja abaixo o que disse a FIFA em nota sobre o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio:

"A FIFA acredita firmemente que a saúde e o bem-estar de todas as pessoas envolvidas em atividades esportivas devem sempre ser a maior prioridade e, como tal, saudamos a decisão do COI no dia de hoje. Além da decisão do COI, a FIFA trabalhará com as partes interessadas para tratar de todos os principais assuntos relacionados com este adiamento", diz a nota.