FIFA deve definir o valor de venda de Neymar na próxima janela de transferências

Pelo jogador não possuir um valor definido em seu passe de venda e por já ter cumprido três anos de seu contrato, o atacante brasileiro ganha a oportunidade da FIFA definir seu valor de venda.

Por Minha Torcida
Compartilhe

Neymar poderá sair no próximo ano com auxílio da FIFA! Sim, o craque brasileiro do Paris Saint-Germain que esteve envolvido quase que em 100% das matérias dos sites (jornais) espanhóis e franceses no último mês, poderá ter seu valor de venda na próxima abertura da janela de transferências definida pela entidade máxima do futebol; mas porque isso?

Muito pelo jogador não possuir um valor definido em seu passe de venda e por já ter cumprido três anos de seu contrato, assim sendo, o atacante ganha a oportunidade da FIFA definir seu valor de venda e não corre o risco do clube francês colocar um preço alto demais em sua "multa rescisória".

Neymar.

Segundo o "Estatuto de Transferências" da FIFA, o atleta pode recebe amparo da entidade na formulação dessa multa após ter cumprido mais de 70% de seu contrato vigente com o clube, com isso, o valor de venda de Neymar a partir de janeiro de 2020 caso não venha brilhar nos campos da Europa novamente, não deverá ultrapassar os 170 milhões de euros.

Segundo informações a respeito do jogador, os seus agentes já estão cientes do assunto e já andaram sondando a FIFA, onde o staff do atacante teme que o clube francês faça o possível para travar a sua saída por um custo baixo.

Lembrando sempre que nesta janela que se fechou na última segunda-feira - também conhecida por "ontem", o valor pedido pelo PSG para vender o craque brasileiro foi de 300 milhões de euros, o que o afastou de muitos clubes interessados, entre eles os próprios Barcelona e Real Madrid.

Por esse motivo, os dois adversários espanhóis até chegaram a fazer ofertas pelo atacante junto ao PSG, mas elas não chegaram próximo ao valor e foram negadas pelo clube da França.

Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal