Minha Torcida Logo

FIFA: Qatar pagou US$ 880 milhões para sediar a Copa do Mundo de 2022, diz jornal

Por causa das acusações, os contratos firmados entre a entidade máxima do futebol mundial e a organização dos jogos de 2022 estão sendo investigados pela polícia da Suíça e de acordo com as últimas informações, esses valores podem ser cinco vezes maiores do que os antigos acordos firmados no Qatar.

Por
Compartilhe

Joseph Blatter era o presidente da FIFA na época.Joseph Blatter era o presidente da FIFA na época.Um novo escândalo pode estar surgindo em nome da “FIFA”, segundo informações do jornal inglês “The Sunday Times”, que informou nesta segunda-feira que o Qatar pagou US$ 880 milhões (cerca de R$ 3,4 bilhões) para sediar a Copa do Mundo de 2022, a entidade máxima de futebol.

Ainda segundo o diário acima citado, a rede de televisão “Al Jazeera” que é uma das empresas financiadas pelo governo, foi quem pagou esse valor a FIFA – o valor teria sido pago em suas parcelas: a primeira parcela de US$ 400 milhões foi paga a 21 dias da escolha da sede do torneio mundial de seleções, em 2010 e a outra, de US$ 480 milhões, em 2013.

Além deste “valor” o acordo ainda incluía um adicional de US$ 100 milhões caso o país em questão fosse realmente o escolhido para sediar a Copa do Mundo de 2022. É bom salientar que o presidente da FIFA ainda nesta época era Joseph Blatter – que atualmente está banido do futebol por suspeita de corrupção.

Por causa das acusações, os contratos firmados entre a “entidade máxima do futebol mundial” e a organização dos jogos de 2022 estão sendo investigados pela polícia da Suíça e de acordo com as últimas informações, esses valores podem ser cinco vezes maiores do que os antigos acordos firmados no Qatar.

Para um dos jornalistas que realizou essa investigação – Jonathan Calvert, a Copa do Mundo de 2022 deveria ser retirada do país que irá sediá-la.

“A FIFA precisa defender a ética e a justiça retirando a Copa do Mundo do Qatar. Isso mostraria ao mundo que a entidade realmente se reformou”, declarou ele recentemente em uma viagem ao Brasil.

 

Mais sobre: copa-do-mundo qatar fifa
Torcedor: compartilhe
Siga nas redes
Comentários
Carregar comentários
Assista ao nosso último vídeo:
Inscreva-se no canal